05 novembro, 2009

..., e obrigado pelos livros!

_____Caio de dar risada quando leio textos bem feitos dizendo que Literatura não serve para nada. O infeliz do autor sabe ler e escrever bem, consegue argumentar e refletir sobre a realidade e não percebe que faz isso porque leu muito na vida. Quem lê bastante (e direito) sabe muito bem que as idéias, os argumentos e as visões de mundo dos não-leitores costumam ser bastante pobres.
_____Meu avô sempre foi um grande exemplo para mim. Além de ter feito diversos trabalhos interessantes na vida, a leitura sempre figurou como uma de suas principais atividades de lazer. Provavelmente foi por causa dele e da minha mãe que hoje eu não apenas gosto de ler, mas, também, argumento de maneira consistente nos meus textos.
_____Como não sou mal-agradecido, agradeço-os pelo que sou hoje. Como não sou ingrato, agradeço, também, aos livros. Grande parte do que eu sou e do que sei não caiu do céu, caiu da estante.
_____Demonstro meu agradecimento quando tento fazer com que meus alunos gostem de ler; ao escrever sobre algum livro no blog; quando divulgo uma boa iniciativa literária. Por isso mesmo aproveito para divulgar, como já fiz outras vezes, a edição deste ano da Copa de Literatura Brasileira e o site dOs Viralata.
_____A Copa convida autores interessantes e bem diferentes para escreverem “partidas” entre livros brasileiros lançados no ano passado até que todos os derrotados sejam eliminados e só reste o campeão. É sempre uma leitura válida (dos textos aos comentários).
_____Os Viralata é um site que tem como objetivo divulgar o trabalho de escritores independentes. Lá é possível encontrar escritores já publicados por boas editoras que resolveram publicar um trabalho independente, bons escritores rejeitados pelas editoras, malucos que escolhem títulos de romances que dificilmente seriam publicados se não fosse de maneira independente e, claro, escritores ruins que resolveram publicar às próprias custas.
_____Aproveito para propagandear Os Viralata por dois motivos: (1) Albano Martins Ribeiro, vulgo Branco Leone, o dono do site, reformulou-o. Vale a pena ver como ficou. (2) Querendo divulgar melhor o site, Albano está fazendo a promoção “Divulgue e ganhe um livro.”. Quem quiser colocar um banner dOs Viralata em seu site, blog, livraria, casa de tolerância ou açougue receberá um livro como forma de agradecimento.
_____O primeiro banner da promoção, vale dizer, já valeria a divulgação por si só. Olhem aí.


#####

P.S.: Para quem entendeu a referência no título, não se preocupe, nenhum "Até mais" é necessário no início da frase.

9 comentários:

  1. Você é uma figuraça!
    Acho que não tenho seu endereço pra mandar seu brinde. Email-me.
    Só uma correção: banner em casa de tolerância leva dois livros, entregues pessoalmente.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Descobri seu cep e mandei.
    Eu sou assim. Impulsiva.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Você começou seu post com o verbo "caio" e e quase relacionei com meu último post no Taxitramas... coincidências.
    Salve nosso velho e bom Brancoleone.
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  4. Ulisses, legal ter encontrado esse post - venho ate escrevendo uma serie sobre a inutilidade da filosofia e da literatura recentemente.

    Acho que elas sao essencialmente inuteis, porque nao contem em si nenhum poder transformador - isso depende estritamente da recepcao.

    Alem do mais, venho argumentando, tirando uma manifestacao isolada aqui ou acola, os discursos academicos sobre filosofia e literatura se fecharam sobre si proprios, esquecendo que ha um mundo de iletrados e famintos la fora, e que essas pessoas nao precisam somente de dinheiro, como se fossem meras bocas famintas - precisam tambem de alimento pra cabeca.

    Falo com base apenas na minha experiencia pessoal. Claro que ha excecoes. Tive uma turma de estudantes de psicologia que ate hoje me comove - tratarei deles num post em breve...

    ResponderExcluir
  5. Tenho uma indicação interessante para você, Manuel. Procure ler o artigo "Como Pinóquio aprendeu a ler", de Alberto Manguel (está no livro À mesa com o Chapeleiro Maluco, ensaios sobre corvos e escrivaninhas). O artigo aborda de maneira bem interessante grande parte das questões que parecem interessar a você.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Ulisses, olá.

    Só a título de registro, o texto está disponível de graça no site do Manguel.

    http://www.atelieraldente.de/manguel_0h4/pdf/how-pinnochio-learned-to-.pdf

    Valeu a dica!

    ResponderExcluir
  7. [...] uma serie sobre a inutilidade da filosofia e da literatura recentemente.” (comentário completo aqui). Em resposta, indiquei um artigo do Manguel. ___Menos de 10 dias depois, Manuel Carreiro publicou [...]

    ResponderExcluir
  8. [...] dia 18 de novembro, Manuel Carreiro, canadense, professor universitário de Filosofia, comentou em um texto meu sobre livros o seguinte: “Ulisses, legal ter encontrado esse post – venho ate escrevendo uma serie sobre a [...]

    ResponderExcluir
  9. [...] uma serie sobre a inutilidade da filosofia e da literatura recentemente.” (comentário completo aqui). Em resposta, indiquei um artigo do Manguel. ___Menos de 10 dias depois, Manuel Carreiro publicou [...]

    ResponderExcluir

Site Meter