05 dezembro, 2006

No dos outros é refresco (parte II)

_____Nem deu uma semana que escrevi aqui comentando o caso das charges que, de algum modo, ofendem pessoas de determinadas religiões e começa um caso bobo de membros da Igreja Católica a choramingar e condenar piadas feitas sobre o papa Bento XVI. Creio que vale a pena ler a reportagem abaixo:

Secretário do Papa pede moderação em sátiras a Bento XVI

(Agência EFE. Yahoo! Notícias. 14/XI/2006)

O secretário pessoal do Papa, Georg Genswein, pediu hoje que sejam interrompidas "imediatamente" as sátiras feitas em alguns meios de comunicação italianos sobre Bento XVI.

"Concordo com a sátira, mas algumas não são inteligentes e ofendem os homens da Igreja. Não são aceitáveis. Espero sinceramente que deixem imediatamente de ser feitas", disse Genswein à agência italiana "AdnKronos".

A figura do Papa e de seu secretário foram motivo de imitações em diversos programas, entre eles na emissora de TV "A7" e na "Viva Rádio 2". As sátiras renderam um duro editorial no jornal da conferência episcopal italiana "Avvenire", publicado na semana passada.

Genswein admitiu que "nunca viu nem verá" esses programas, que "são pouco construtivos", mas soube do fato e quer esquecê-lo, acrescentou.

O Papa não fez nenhuma referência a estas brincadeiras, disse seu secretário. "Um comentário do Santo Padre ou qualquer reação seria realmente muita honra para estas pessoas", acrescentou.

A sala de imprensa do Vaticano também não fez nenhum comentário sobre o caso. "Não acho que tenhamos de dizer nada a respeito", afirmou seu diretor, Federico Lombardi.

Eu acho que ele deveria se esconder mesmo... quem sabe sem aparecer o mundo para de dar risada dele?


_____Ótimo modo de se tratar os adversários. Impressionante. Imagine se a Igreja Católica não é xiita. Ah... caso exista alguma pessoa, como o Papa e seus sequazes, que não entenda nada de piadas, o comentário da frase anterior é uma ironia, OK? Amém!

_____Nem faz muito tempo, em 1966, o papa Paulo VI aboliu o Index dos livros proibidos (apesar de continuar existindo, constantemente, as censuras "não-oficiais" da Igreja). Será que vai demorar muito para que o nazis... quer dizer, o papa Bento XVI anuncie a reativação do Tribunal do Santo Ofício da Inquisição?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter