30 julho, 2009

Inventos e remendos

_____Para quem me conhece pouco, aqui vai um par de dicas: (1) se eu prometer cozinhar, não aceite meus convites para comer – minha comida é medonha; (2) se você gosta de colecionar bibelôs, cristais e afins, não me convide para conhecer sua casa – sou mais atrapalhado do que uma centopéia de patins. Passei minha vida destruindo objetos.
_____Durante minha infância, por sorte, pude conviver com uma avó que demonstrava imensa habilidade e imaginação para consertar com barbantes, colas e afins grande parte dos brinquedos (e vasos) que passaram pelas minhas mãos. Hoje, crescido, homem feito – e dez vezes mais aniquilador –, continuo destruindo coisas. O triste é que, agora, minhas demolições pessoais não são mais prontamente resolvidas.

#####


_____Hoje em dia nós vivemos bem próximos do Admirável Mundo Novo, de Huxley, em que a idéia de trocar um objeto velho ou quebrado é mais forte do que a de renová-lo ou consertá-lo. Ainda bem que existe gente como a minha avó. São atitudes como a dela que impedem que nosso mundo, já tão saturado de lixo, que tanto consome, fique ainda pior.



_____Ninguém que defenda seriamente a ecologia pode viver sem ser fortemente a favor de um consumo mais consciente, de uma vida com menos descarte. Penny Kemp e Derek Wall, importantes ativistas ecológicos britânicos, ensinam muito bem que quem quer ser mais “verde” só tem de se lembrar de alguns princípios simples: consumir menos, compartilhar mais e aproveitar a vida.



_____Indo exatamente nessa direção é que o grupo de designers holandeses Platform 21 lançou um manifesto defendendo a reforma de objetos ao invés do descarte. Inspirado por eles, o site Coolmeia - apoiado pelo Simplicíssimo e pelo portal que abriga este blog -, resolveu lançar um concurso chamado “A Mais Incrível Reforma”.



_____A Coolmeia irá premiar com divulgação e uma peça exclusiva do artista plástico Guga Alayon a pessoa que tiver feito a mais interessante reforma, conserto, gambiarra, melhora ou reparo a algum objeto. Para participar basta enviar, até o dia 14 de agosto 13 de setembro (data prorrogada), um e-mail para incrivelreforma@coolmeia.org com fotos e detalhes da mudança feita no objeto. Mais informações no site do concurso.



#####


_____Além das interessantes imagens que eu coloquei acima, tenho outro bom exemplo para inspirar os interessados. No ano passado, eu publiquei aqui no Incautos a foto de uma bolsa produzida apenas de saquinhos plásticos. Reflitam, lindos, e, se puderem, participem.

4 comentários:

  1. Aloha Ulisses!
    Rapidinho....
    sem grana, com imaginação, eu transformava tudo.
    Com grana e sem tempo, tudo é substituído.
    Sinto mais falta do tempo. Imaginação ainda tenho.
    Grande abraço e
    Aloha!
    p.s. simpliCIsspimo e conSerto!! Fui!

    ResponderExcluir
  2. [...] o seu e-mail. Volte sempre. #####Powered by WP Greet Box_____Depois da temática ecológica da última postagem, encontrei, andando pela rua, uma “incrível reforma” bem [...]

    ResponderExcluir
  3. Conheço essa peça... é um perfeito aniquilador, MESMO!!! Ah, e sincero!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Ulisses, grande e, como sempre, peculiar postagem. Gostei da lembrança do Penny Kemp e do Derek Wall.

    O concurso foi prorrogado: agora a deadline é dia 13 de setembro, já que recebi alguns e-mails de futuros participantes solicitando mais tempo.

    Fantástica também a postagem sobre Automóveis e árvores. Ah, me identifique com a frase do Lobo Antunes. E, mais, estou descobrindo cada vez mais minha vocação para a educação meu amigo. Quando for para aí, daqui a alguns meses, quem sabe possamos conversar sobre isso.

    Abraço fraterno, meu amigo.

    ResponderExcluir

Site Meter