11 outubro, 2009

Crentes

_____Não é muito difícil, principalmente em um país como o nosso, associar futebol com religião. A crença cega e irracional dos torcedores, a falta de argumentos sensatos nas eternas discussões sobre a superioridade de um time perante o outro, um amor incondicional doado sem um retorno real. Os sortudos que não apreciam futebol de maneira paranoica têm até dificuldade em não rir do modo como os pobres fanáticos agem.
_____Associar religião ao futebol, entretanto, é algo um pouco mais raro. Mesmo assim, foi inevitável, para mim, não fazer essa associação no dia de hoje.
_____Para quem não conhece minha casa, saiba que moro no mesmo quarteirão que uma igreja católica. Tirando nos dias de festas e casamentos, até que eles não são vizinhos barulhentos. No entanto, hoje, véspera do dia de Nossa Senhora Aparecida, os crentes aqui do fundo resolveram soltar fogos tal qual uma torcida organizada em final de campeonato.
_____Passei a manhã toda tentando ver um filme e as explosões não deixavam. Creio que os infelizes estavam querendo acertar Nossa Senhora lá no céu para ver se a coitada caia na paróquia deles. Um inferno.
_____Como existem males que vem para o bem, estou pensando seriamente em tentar faturar uma graninha no próximo domingo. Vou mandar um e-mail para o Carlos Ruas e perguntar se ele vai se importar com minha apropriação do Deus dele.

3 comentários:

  1. Um inferno são os outros heheh... passei a manhã tentando dormir :-(

    ResponderExcluir
  2. O inferno são os outros heheh... passei a manhã tentando dormir :-(

    ResponderExcluir

Site Meter