03 fevereiro, 2012

Ironia escolar

___Uma das mais interessantes figuras utilizadas na comunicação é a ironia. Exatamente por isso, fico extremamente triste quando percebo que muita gente não consegue entender ironias simples e escancaradas.
___Sábios, inteligentes, bem formados, preparados, a nata da nossa sociedade, os professores sempre dominam muito bem a arte de entender e, claro, de produzir ironia. Não foi à toa que, antes do início do ano letivo de 2011, a escola estadual em que eu leciono deu uma palestra para os professores sobre o uso da informática para melhor ensinar. Claro que, em tempos como os nossos, uma palestra assim é importantíssima. Só é um pouco irônico falar sobre o uso de informática em uma escola que, por vezes, falta giz.
___Agora, antes do início do ano letivo de 2012, os professores foram presenteados com uma palestra intitulada “A Interatividade na Sala de Aula”.


Palestra: "A Interatividade na Sala de Aula"


___Só que a ironia, desta vez, foi muito mais direta; nem esperaram as aulas começarem. Mal a palestra acabou, distribuíram para os professores um papel com “Orientações para a primeira aula”. Entre as dicas, ressalto a segunda:


"Orientações para a primeira aula"




“Evitar fornecer dados pessoais para os alunos como telefone, e-mail, site etc.”



___Telefone eu até entendo. Realmente é bom não facilitar para algum aluno mala que tem vontade de passar trote às 3 da madrugada. Só que evitar passar e-mail e, principalmente, site não parece a atitude de um “professor conectado”, que sabe usar “a interatividade na sala de aula”. Quem sabe não é algum nível superior de ironia que eu tenho um pouco de dificuldade para entender.


#####


P.S.: Antes que algum leitor de boa memória consiga ligar os pontos, falo eu: sim, eu não duvido que alguns artigos (como este) que eu publiquei, aqui no blog, no ano passado, tenham influenciado a direção a orientar os professores a evitar fornecer site pessoal para os alunos. E, antes que alguém pergunte, eu não fico a passar o endereço do meu blog para os alunos. Não tenho culpa se essas coisas, mesmo sem viajar para o Canadá, conseguem se espalhar.
P.P.S.: Para quem também aprecia (e entende) uma boa ironia, recomendo os últimos textos do grande Paulo Cândido e praticamente todo o blog do professor Hariovaldo.

4 comentários:

  1. Pelo que eu vi o lance é : a interatividade é bem vinda desde que fique na sala de aula.

    ResponderExcluir
  2. O pior, Leonardo, é q em uma das palestras a moça falou literalmente " Pq passar um texto na mão dos alunos e gastar papel se vc pode fazer uma lista de e-mails da classe?". Acho q a interatividade é bem vinda, desde q fique no discurso.

    ResponderExcluir
  3. Você poderia colocar em alguma parte desse site suas atividades atuais: quais livros você está editando, suas pesquisas acadêmicas etc. Conheci no ensino médio vários professores que eram mestres ou até mesmo doutores mas nunca haviam me contado e só fui descobrir quando já tinha me formado. É estranho ter aula com alguém que esconde os seus feitos acadêmicos. Será que é modéstia? Não precisa ter vergonha. rsrsrs

    ResponderExcluir
  4. Felipe, de vez em quando, por aqui, anuncio o que estou fazendo. Ano passado, falei pelo menos nesse post aqui: http://incautosdoontem.opsblog.org/2011/03/26/meu-noivado/
    Falei inclusive do Prisões, do Alex Castro, q estou editando.

    Neste ano, faz poucas semanas, anunciei um workshop de dança q eu ajudei a organizar, trazendo um dançarino britânico para dar aulas aqui: http://incautosdoontem.opsblog.org/2012/01/25/friends-lindy-exchange-com-jamie-cameron-e-carolina-leite/

    Por vezes anuncio aqui até as palestras e cursos atípicos que eu dou.

    Qto a sala de aula, normalmente, no primeiro dia, falo para os alunos quem eu sou, minha experiência em sala de aula, minha formação, minhas pesquisas.

    Ajudou um pouco? Se quiser saber mais, é só falar.

    ResponderExcluir

Site Meter