26 julho, 2006

Desculpa de aleijado é...

"Que me importa que a mula manque, eu quero é rosetar!"
Não entendeu? Clique aqui.

Lula diz que, sem reforma, novos escândalos surgirão

"Precisamos mexer nessa ferida chamada política brasileira", diz petista no Nordeste
Presidente atribui casos de corrupção à deformação do sistema, mas não detalha que medidas efetivas iria tomar em um 2º mandato
por PEDRO DIAS LEITE e FÁBIO GUIBU
_____A poucos meses do final de seu governo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, defendeu ontem em Olinda (PE) uma reforma política como o único meio de acabar com os escândalos de corrupção no Brasil.
_____O petista disse que, se nada for feito, os casos vão se repetir. "Nós precisamos mexer nessa ferida chamada política brasileira", afirmou. Foi no mandato de Lula que vieram à tona os escândalos do mensalão e dos sanguessugas. Ontem, o presidente atribuiu essas crises basicamente aos problemas do sistema político.
_____"Não pensem que o erro de cada um é individual ou partidário. O que acontece são os acúmulos de deformações que vêm da estrutura política do nosso país", afirmou a uma platéia de cerca de 300 pessoas, entre políticos e intelectuais, que estavam reunidos para discutir propostas de sua candidatura para o Nordeste.
_____"Ou nós temos a coragem de mudar isso com uma certa profundidade ou nós, daqui a 20 anos, estaremos amargando as mesmas coisas que estamos lamentando hoje", concluiu.
_____
O presidente não aprofundou sua proposta, mas disse que a reforma que pretende fazer caso reeleito "passa pelas organizações das estruturas partidárias deste país", o que incluiria "desde a mudança no regimento interno" do Congresso "até a discussão de mandato de pessoas, até a existência ou não de partidos-laranja e partidos de verdade". (grifos meus)
_____Os escândalos de corrupção e seu uso político pela oposição têm surgido com freqüência nas falas de Lula. Anteontem, em seu primeiro comício na campanha pela reeleição, ele disse aos adversários que "meçam suas línguas", porque vai responder no mesmo tom.
_____Lula aproveitou para criticar o Legislativo. "Não podemos permitir que se repita no Congresso Nacional o que aconteceu com o Orçamento do ano passado, quando ficou demonstrada pouca seriedade com o Brasil e muita vocação para prejudicar o governo, sem saber que por trás do governo estavam prejudicando o povo", afirmou, sobre o atraso para aprovar a proposta de Orçamento da União.
(Folha de São Paulo, 24/VII/06, p. A4).
P.S.: Será que eu não entendi bem e na verdade ele quer acabar com os “partidos de verdade”?
P.P.S.: Quero ver o Lula fazer a Heloísa Helena medir a língua... Ele vai precisar voltar uns bons anos na carreira para poder responder no mesmo tom.
P.P.P.S.: Reveja o título da reportagem da Folha. Não parece que é promessa de campanha do Lula? “A corrupção vai continuar, companheiros! Novos escândalos surgirão.”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter