02 julho, 2006

Uns e outros...

“Newsweek” elogia Fernando Meirelles
"Por direito, Fernando Meirelles devia estar se achando. Desde 2004, quando “Cidade de Deus”, seu filme sobre drogas e durões passado em uma favela do Rio de Janeiro, chegou às telas internacionais, o diretor brasileiro foi coberto de glórias. Com seu filme seguinte, “O jardineiro fiel” (2005), ele acumulou oito indicações ao Oscar e uma estatueta (Rachel Weisz, melhor atriz coadjuvante). E todo mundo sabe qual é a primeira coisa que diretores estrangeiros celebrados fazem quando são escolhidos pelo destino: mudar-se para Hollywood, certo? Não Meirelles. Em vez disso, o ex-diretor publicitário de São Paulo disse não para uma fila de produtores importantes para assumir uma série de antigos projetos pessoais em seu país."

_____Em sua edição online, a revista americana “Newsweek” entrevista Fernando Meirelles e elogia sua atitude pé-no-chão. Bacana. Mas é meio tolinha essa história de que o sonho de todo diretor estrangeiro é se mudar para Hollywood.
_____Contra essa idéia, Meirelles propõe o seguinte: “Os novos diretores internacionais não devem cortar suas raízes com seus países. É aí que mora sua força. Qualquer pessoa pode aprender onde colocar a câmera e como editar. O que realmente faz diferença é seu ponto de vista.” Para finalizar, ele cita a velha frase Leon Tolstói: “Se queres ser universal, canta a tua aldeia.”
_____Pode-se gostar ou não dos filmes de Meirelles. Mas ninguém pode dizer que o sujeito se deslumbrou com fama.

_____

Fonte: no mínimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter