04 janeiro, 2007

tudoaomesmotempoagora

_____Aproveitando o tempo livre que acabei tendo por causa das férias, fui conhecer o Aquário de São Paulo. Credo!!! A visita foi um horror. Deveria ter aproveitado meu tempo livre indo para um cinema ou para uma exposição de arte.
Texas Blue (Herichthys carpintis).
_____Vou ser justo, o aquário, em si, não é de todo ruim. A exposição dos peixes de água doce é pequena (mesmo sendo, segundo eles, a maior da cidade), mas bem montadinha (eles têm, até, um projeto para abrir uma maior sobre peixes de água salgada). Os monitores são atenciosos (e as monitoras bonitinhas) e até pareciam razoavelmente bem preparados (pelo menos é o que pareceu para o meu parco conhecimento do tema)*.
_____Porém, o restante do espaço do Aquário, ao invés de ser utilizado para que a temática principal seja aprofundada de alguma maneira, é utilizado para outras exposições sobre um monte de outras coisas. Um monte de outras coisas mesmo. Um planetário, uma exposição sobre dinossauros (e nem são dinossauros aquáticos), um cinema 3D... Não faz o menor sentido, nem tem a menor lógica, parece, simplesmente, que amontoaram um monte de coisas no mesmo lugar.

tudoaomesmotempoagora


_____Resultado: todas as exposições acabam ficando pobres, fracas... bobinhas. Tudo acaba sendo muito mal trabalhado e o espaço que poderia ser melhor utilizado para o aquário acaba se tornando um caos sem graça. Talvez as crianças se divirtam (principalmente as tontas), pois tudo é muito básico, infantil mesmo, mas de longe, pelo menos, chama a atenção.
_____Acho que, se eu queria ver um aquário, deveria ter ido à praia nestas férias. Vou para o cinema que, já diria o ditado popular, é praia de paulistano.

_____

* Estou acostumado com exposições de arte e, como entendo um pouco mais do tema, posso dizer que os guias/monitores, excetuando raríssimas exceções, são muito, muito mal preparados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter