26 julho, 2008

Carentes ou sádicos?

_____– Então, como vai sua família?

_____– ElesSS vãHHo beÊmN.

_____– E a sua irmã? Ela está gostando do emprego novo?

_____– TáHH sSSSiNm...

_____– Que bacana. Mas, por que ela saiu mesmo do outro trabalho?

_____Ontem eu fui ao dentista. Como de costume, assim que eu sentei na cadeira e abri minha boca para ele olhar, começou o bombardeio de perguntas. Parece que nunca falta assunto para os dentistas. Nem assunto, nem objetos para eles cutucarem a sua língua ou abrir mais a sua boca. E o pior é que, do mesmo modo que os médicos entendem de letras incompreensíveis, os dentistas parecem compreender os grunhidos que os pacientes soltam como respostas, pois sempre parece haver uma continuação para conversa.

_____Será que todos os dentistas são carentes e precisam conversar ou eles fazem isso só por causa do sadismo clássico da profissão?

*****

Atualização: O Léo e o Luis, leitores freqüentes e queridos deste blog, deixaram duas interessantes indicações para complementar esta postagem nos comentários. Divirtam-se conferindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter