10 outubro, 2008

Letrinhas miúdas

_____Andando de metrô, descobri, por meio daquelas propagandas internas aos trens, que, neste mês de outubro, vai acontecer a 15ª Fest Comix (um dos maiores eventos de revistas em quadrinhos do país). Como já faz tempo que meus horários e, principalmente, o meu orçamento não tem permitido que eu acompanhe alguma HQ*, a não ser que eu acabe indo ao evento, não planejo ficar falando aqui do Fest Comix. Resolvi escrever este texto para falar da propaganda do evento que vi no metrô.



_____Bacana. A propaganda é bem colorida, chama a atenção. Só que existe uma “sacanagem” escondida nela. Olhem com atenção o preço da entrada:




_____Viram? Baratinho, não? Apensas cinco reais. Certo? Não. Prestem atenção nas letrinhas miúdas (tão miúdas que não foi possível fotografá-las com um mínimo de nitidez). Elas dizem que a meia-entrada custa R$ 5,00 e a inteira, R$ 10,00.
_____Sacanagem? Até que não. O blog oficial do evento avisa que os preços da meia-entrada são válidos para todos os visitantes.
_____O único problema que vejo nisso é o mau exemplo. Já imaginaram se os cinemas pegam o abusivo preço que é cobrado hoje em dia e, para fingir que cobram menos, passam a anunciar, em letras garrafais, apenas o valor da meia-entrada, com a inteira em letrinhas pequenas?
_____É sempre bom ficar atento para evitar esse tipo de coisa. Eu não gostaria de, no futuro, sair de casa sabendo tanto do preço do cinema quanto alguns freqüentadores desavisados de festas estudantis.



__________



* Eu adorava ler os X-men e, atualmente, estou lendo o Watshman (mas é só porque consegui fazer o download pirata de todos os volumes).

5 comentários:

  1. Aloha Ulisses!
    Letras miúdas agora são proibidas até em contratos, onde era o paraíso delas!
    É uma prática infeliz, que acaba levando a um descrédito geral, pois se eu fico decepcionado com o evento já na hora da entrada, provavelmente não volto num próximo.
    Aqui temos anúncios de carros com financiamento com taxas de 0,99% ao mês. Parece tentador. Exceto que essa taxa é válida para financiamento em 6 (SEIS!!!!) vezes e 95% (NOVENTA E CINCO POR CENTO) de entrada. Fala sério! Se eu der 95% de entrada, eu peço os outros 5% de desconto!!
    Minha coleção de HQ parou ainda no século (milênio) passado.
    Na última contagem oficial tinham cerca de 1.300 revistas de linha, mais as edições especiais.
    Agora são apenas umas 2 ou 3 por mês.
    Bons tempos...
    Grande abraço e
    Aloha!

    ResponderExcluir
  2. Mas, se a meia entrada vale para todo mundo, para que ter a inteira??
    Não entendi.

    ResponderExcluir
  3. Pensei como a Lana, que idéia mais estranha a meia-entrada valer para todo mundo. Uma atitude que gosto é quando as pessoas doam 1kg de alimento e ganham direito a meia-entrada. Mas letras miúdas, ninguém merece.

    ResponderExcluir
  4. Lana e Bia, eu acho que eles precisam ter um preço oficial de “inteira” para obedecer a lei. Imagino isso porque no site oficial está escrito “Entrada: R$ 10,00* Meia-entrada: R$ 5,00* (*valor correspondente à meia-entrada para estudantes, segundo a lei nº 7.844 de 13 de maio de 1992 e com igual desconto para não-estudantes).”. Acho que é um tipo de preço para inglês ver.

    ResponderExcluir
  5. Ulisses !!!
    Você e suas descobertas. Muito atento e perspicaz.
    Gostei.

    ResponderExcluir

Site Meter