16 abril, 2010

Atire na cabeça, Elizabeth! Atire na cabeça!

___Existem associações que, sozinhos, não conseguimos fazer. A não ser agora, para acrescentar uma piada a este parágrafo, eu nunca associei camarão gratinado com molho de alcaparra e sexo (Hum... Vou experimentar...). Por vezes, é necessário que o maluco que fez uma associação disparatada, pegue-nos pela mão para que cheguemos a ela.
___Foi o caso de um dia desses em que acessei o site da Livraria Cultura e me deparei com o livro Orgulho e Preconceito e Zumbis. Se não fosse a ideia do maluco do Seth Grahame-Smith, o autor da obra, eu nunca teria colocado na mesma panela Jane Austen e mortos-vivos.


___Mesmo tendo o receio que o livro não chegue nem ao nível de um Filme Trash B, eu fiquei curioso para conhecer. Não que eu vá gastar um níquel furado com a obra, mas se cair gratuitamente na minha mão, eu leio.


#####



P.S.: Pensei em elogiar o Senhor Seth Grahame-Smith e dizer que, ao falar de monstros, ele não desceu tanto a ponto de se jogar na atual modinha de vampiros. Minha aspiração, entretanto, recebeu uma estaca no coração. Ao pesquisar, descobri que, neste ano, ele lançou Abraham Lincoln, Vampire Hunter. Só torço para que ele não esteja planejando uma trilogia que termina com O Símbolo Perdido do Lobisomem.
P.P.S.: Meu blog preferido sobre Jane Austen é o Jane Austen em Português. No entanto, entre os fãs da escritora inglesa, o que melhor falou sobre a brincadeira com zumbis é o Jane Austen Sociedade do Brasil. Ficam as indicações.

5 comentários:

  1. Caro Ulysses,

    pretendo escrever sobre as criaturas sobrenaturais que invadiram o espaço aéreo de Jane Austen, mas confesso que tenho uma preguiça enorme com o tema!

    Camarão gratinado com molho de alcaparra e sexo? humm... não sei... vide como manga com leite, como dizia vovó!

    ResponderExcluir
  2. Aloha Ulisses!
    Vi um desses cartazes no ônibus.
    Desconheço a autora, e o autor.
    Atualmente tento limitar minha cota "B" e o registro do "Bmômetro" estourou todas as escalas.
    Quando VOCÊ fizer um comentario justificando a leitura, eu tento.

    Processadores dedicados a vulcões e aquecimento global.
    "B" por "B", sempre fui mais cientista"
    Aloha!

    ResponderExcluir
  3. Luis, para começar, muito obrigado por confiar assim nas minhas indicações. Eu tb fico meio com o pé atrás com uma obra dessas.

    Mas, aproveito para dizer: o Seth Grahame-Smith eu não conheço mesmo, mas a Jane Austen vale a pena ser lida. Parece, na maior parte do tempo, uma água com açúcar sem fim, mas ela é extremamente crítica. Sem contar, claro, o retrato da sociedade da época. Quando sua vida estiver calma, pegue alguma das obras dela q vc pode apreciar bastante.

    ResponderExcluir
  4. Algumas posições são conquistadas.
    Twitter?

    ResponderExcluir
  5. Twitter de quem? Da Jane Austen? :-) Ela viveu no fim do século XVIII, início do XIX. O que o tal do Seth Grahame-Smith fez foi pegar uma obra clássica dela (que retratava a aristocracia inglesa da época) e acrescentar à história um ataque de zumbis.

    O Grahame-Smith, que vive em nossa época, por outro lado, tem Twitter (descobri por causa da sua pergunta): http://twitter.com/sethgs
    Agora, se o Twitter dele é bom eu já não sei. Eu continuo sem Twitter.

    ResponderExcluir

Site Meter