01 junho, 2011

Notícias de usuário sobre a greve do metrô de São Paulo – 1º/VI/2011 – 7h10min

___Estava marcada para hoje uma greve no metrô paulistano. Ontem à noite, nenhuma notícia concreta (e decentemente atualizada) sobre o assunto. Hoje, acordei meia hora mais cedo para procurar notícias pela internet: nada. Só mesmo o site do metrô dizia que a greve não iria rolar; entretanto, o meu bom senso me diz para nunca confiar completamente em um site do qual os trabalhadores estão ameaçando entrar de greve.
___Olhei no Twitter. Procurei as hashtags #metrosp, #grevemetro. Nenhuma notícia atualizada; todas com mais de 6 horas.
___Fui para o metrô. Nenhuma greve. A não ser dos usuários. Tudo estava funcionando perfeitamente e, como brinde para quem pegou o metrô, poucos usuários para o horário. Fiz a viagem inteira sentado.

3 comentários:

  1. ontem no fim da noite (terça-feira) já rolavam algumas notícias sobre a decisão do sindicato de adiar a decisão sobre a greve para avaliar melhor as novas propostas da Cia do Metropolitano.

    A forma como esta greve vem se desenhando parece indicar novidades interessantes:
    1. foi articulada entre os vários setores do funcionalismo do estado de SP e, mais do que uma forma de atrair o grande público, parece de fato incluir outras pautas que não as meramente salariais (que, de qualquer forma, já são relevantes, apesar de causarem a fúria do "paulista conservador que acha funcionário público vagabundo").
    2. o presidente da Cia do Metropolitano esteve na sede do sindicato dos metroviários para pessoalmente oferecer uma contra-proposta. Acho que há algo de novo aí: Serra tratava os sindicalistas como criminosos. O metrô está tão ruim que, caso realmente colocassem pra funcionar a frota reduzida, como queria a tal desembargadora, haveria uma greve civil: com a frota plena o serviço é lento, péssimo, superlotado. Com a frota reduzida o povo iria se matar. Fico imaginando se não é um repentino novo medo dos tucanos: é melhor pra eles dar logo o aumento salarial ao invés de ter de enfrentar uma greve com frota reduzida denunciando a precariedade do sistema…

    ResponderExcluir
  2. decentemente sem sc.. Desculpe, não consigo evitar de ser chata e corrigir :x

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por corrigir, Luísa. Prefiro meus textos sem erros mesmo. Normalmente leio e releio várias vezes para evitar erros (e mesmo assim ainda os encontro, depois do texto publicado). Porém, dessa vez, publiquei rapidamente o texto, de improviso, assim q cheguei no trabalho, só para ajudar alguém q quisesse saber notícias do metrô naquele momento e, portanto, não deu tempo de reler. Obrigado novamente. Bjs.

    ResponderExcluir

Site Meter