01 maio, 2012

Trabalhadores

___Escola particular paulistana de classe média alta, semana de provas. Três professores não chegam à tempo para a primeira aula. Como as avaliações são aplicadas em um horário rígido, por conta do imprevisto acabam entrando para tapar buraco nas três salas sem professores, uma coordenadora, um inspetor e uma faxineira, antiga funcionária da escola.
___Na sala que a Faxineira estava a tomar conta, um aluno – terceira fileira, quarta carteira – começa a consultar um livro por baixo da mesa. Inexperiente com a situação, mas percebendo a cola, a senhora se aproxima calmamente e fala para o estudante:
___– Meu filho, por favor, não faça isso... Colar só vai prejudicar o seu aprendizado... Estudar é muito importante para o seu futuro.
___Sem se abalar, o aluno levanta os olhos e fala:
___– Por quê? Se eu não estudar vai acontecer o quê? Eu vou virar faxineiro?


Limpieza General, por Boligan
###


___O relato acima é verídico.* Agora vou contar um fictício sobre o futuro do moleque mal-educado.
___Sem nunca precisar estudar para passar de ano, o garoto se forma. Por exigência dos pais, faz cursinho pré-vestibular, mas nunca estuda e não frequenta metade das aulas. No fim das contas, passa em uma faculdade particular caça-níqueis, aquelas em que não é necessário nem ser alfabetizado para conseguir uma vaga.
___Na faculdade, acaba se mostrando tão interessado nos estudos quanto era no colégio. Forma-se sem ter lido um texto da faculdade, sem saber nada sobre a profissão da qual, agora, é diplomado. Mesmo completamente incompetente, termina empregado por um conhecido de seu pai, com um salário que o coloca entre os 10% mais ricos da população. Nunca tem de trabalhar de verdade, outros que recebem menos que o mal-educado fazem o trabalho.
___Por coincidência, a filha da Faxineira, desde criança muito estudiosa (mesmo estudando em péssimos colégios públicos), trabalha na mesma firma que o diplomado rapaz. Educada, esforçada e muito competente no próprio trabalho, a mocinha sempre chega cedo, de duas a três horas antes do mal-educado. E, todos os dias, ao encontrá-lo, diz: “Bom dia, doutor. Sua sala já está limpa.”.


#####


___Feliz Dia dos Trabalhadores para todos.


Feliz Dia da Trabalhadora, por Bennett


__________


* Presente de uma professora muito querida.

3 comentários:

  1. Trida,

    Um dos melhores textos que li no seu blog até hoje. Um dos mais reais, inclusive! Infelizmente é uma das histórias que mais podemos ver, principalmente em empresas familiares. O mérito, o esforço não conta muito.
    Igualdade de oportunidades?! Só no papel.

    Abraço,
    Gabriel.

    ResponderExcluir
  2. Mau, assista esse vídeo do Pirulla sobre educação. Ele é meio exaltado, o vídeo acabou se tornando um desabafo, mas é bem legal! Ele fala sobre escolas públicas, particulares, faculdades particulares, alunos, professores....

    http://www.youtube.com/watch?v=4zokJl-Zpg8

    ResponderExcluir
  3. Obrigado pela indicação, Yumire. Conheço o Pirulla e adoro os vídeos dele. Obrigado.

    ResponderExcluir

Site Meter