12 outubro, 2007

Violência e cinema

_____Na última quarta-feira eu fui agredido, fiquei com medo, perdi dinheiro... Quarta-feira é o único dia em que utilizo um carro – trabalho em lugares distantes uns dos outros e sem transportes públicos que permitam que eu vá de um lugar para o outro no tempo necessário – e, no meio do trânsito, às 18h30min, fui rendido por dois caras armados que ficaram rodando comigo pelo bairro da Lapa por cerca de uma hora. Na última quarta-feira depenaram o carro do meu pai, obrigaram-me a dar a senha do meu cartão de banco e tiraram mais dinheiro da minha conta do que fui capaz de colocar durante o ano de 2007. Na última quarta-feira eu sofri o que chamam de seqüestro relâmpago.

_____Podem acreditar, só estou falando isso para desabafar um pouco (foi bem difícil escrever sobre isso... não soube o que escrever até agora.), não é a introdução para uma resenha do tão falado filme Tropa de elite (BOPE), de José Padilha. Porém, como sabem que gosto de cinema, para quem veio me perguntar se eu iria ver o filme pirata ou a edição final no cinema, aqui vai a resposta: Vou ver os dois. Ficar falando que é melhor ver um sem ter conhecido é o outro é como dizer “Não li e não gostei”.

P.S.: Ah... se alguém quiser saber, estou bem depois do assalto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter