03 novembro, 2008

Everybody Hates Ulisses

_____Sabem qual é o efeito de terminar a resenha de uma peça de teatro dizendo que o público deve se levantar e ir embora? Muitas vezes é garantia de que alguns desafetos extras vão passar a existir na vida do autor da resenha. Eu sei muito bem disso.
_____Trabalhando como crítico de cinema e teatro eu já arrumei boas brigas. Até entendo a raiva de algumas pessoas, só uma leve olhada em algumas críticas que publiquei aqui no blog fica fácil de perceber porque arrumo inimigos. Porém, é importante dizer, se eu critiquei duramente, foi pelo mais puro merecimento. É um trabalho sujo, mas alguém tem de fazê-lo; não vou deixar meus leitores irem assistir porcarias sem alertá-los (e, claro, é uma forma de ajudar os criticados a saberem em que estão errando).
_____No fim das contas, estou tão acostumado que já nem ligo mais para atores, diretores e afins vindo espernear na minha orelha. Só que, agora, arrumei um trabalho novo: fui convidado para ser parecerista de uma editora grande. Em outras palavras, minha modesta opinião vai servir para ajudar a decidir se um livro será ou não publicado.
_____Tenho alguns amigos escritores (alguns muito bons, inclusive) que nunca tiveram suas obras aceitas por alguma editora e, portanto, odeiam pareceristas. Já ouvi as maiores barbaridades do mundo sobre esses “pobres profissionais”. Tenho de admitir que acabo tendo até um certo receio de arrumar ainda mais desafetos por causa desse novo trabalho.
_____De qualquer modo, sei que isso faz parte do jogo. E, para a minha sorte, estou adorando o serviço.

Um comentário:

  1. Antes ver um filme sempre leio alguma crítica mais para abrir os olhos para algum detalhe que por ventura possa passar despercebido, mas não deixo me influenciar... pago para ver nem que for para dizer que o crítico estava certo quando disse que o filme é uma perda de tempo... Voce não tem noção de como sai do cinema quando fui assistir Titanic: com uma raiva de ter perdido meu tempo e dinheiro hehheheheh... Agora parecerista de livro? Que interessante deve ser... depois conte-nos mais sobre isso, ok?!

    Forte abraço, Ulisses.

    ResponderExcluir

Site Meter