01 março, 2009

Eat some paste

_____Como eu havia prometido, a partir de março, os freqüentadores deste blog teriam o privilégio de conhecer o fantástico Doug Allen. Como março acaba de começar (e, admito, estou morto de vontade de dar logo início a este trabalho), chegou a hora do Brasil – começando pelo meu seleto grupo de leitores – conhecer este fantástico cartunista norte-americano.
_____Doug Allen é, sem poupar palavras, extraordinário. Conta com fãs memoráveis como Robert Crumb e Matt Groening e já foi publicado por diversos jornais e revistas. Em terras tupiniquins, entretanto, ele é um completo desconhecido.
_____Tentando sanar esse absurdo vão cultural, comecei a conversar com Allen que me concedeu a honra de liberar seus trabalhos para que eu os traduzisse para o português. Sendo assim, a partir desta semana, começarei a publicar suas tirinhas aqui no Incautos.
_____Se alguém não gostar, já aviso, é melhor rever o próprio gosto.

#####


_____Para ninguém achar que estou exagerando, o mais destacado quadrinhista underground brasileiro da atualidade, o grande Allan Sieber, gentilmente aceitou escrever um pequeno texto sobre o Allen e sua mais famosa personagem, o Steven. Aproveitem.




Devo confessar: por muito tempo tentei copiar Doug Allen.
Claro que fracassei miseravelmente...
Nos anos 90 eu era completamente obcecado pelas tiras do Steven e até hoje eu coloco Mr. Allen no alto do pódio.
(É claro que esse pódio tem muita gente, mas isso não vem ao caso)
O garoto com o chapéu de duas pontas no balcão do bar sempre foi garantia de muitas risadas.
O estilo de Doug Allen é falsamente simples, não se enganem – ele desenha MUITO.
Bem vindos ao universo doente e niilista desse mestre americano onde convivem poodles idiotas e cactos alcoólatras.
Ou... EAT SOME PASTE!


Allan Sieber


#####
#####

P.S.: O site oficial do Doug Allen é, também, muito interessante. Obviamente, recomendo a visita. Entretanto, recomendo mais ainda que vocês acompanhem a exposição dos trabalhos dele aqui no blog. Vai ser a melhor forma de se tornar fã desse gênio.


P.P.S.: A expressão de difícil tradução “Eat some paste” é uma das falas preferidas de Steven. Esperem para reconhecê-la nas tiras.

7 comentários:

  1. aguardo ansioso, Ulisses! e tinha um blog que traduzia o Perry Bible Fellowship. tbem, chegou a ver? mas pararam com o trabalho. uma pena.

    ResponderExcluir
  2. Uma pena mesmo, Serbão. Ainda bem que o pessoal do PBF original continua produzindo.

    ResponderExcluir
  3. Uhul, eu amo³ quadrinhos *-* Só não sou mais viciada pq não tem mais espaço no meu quarto ' uahuahauahuahu

    Adorei ! Virei aqui visitar sempre que puder!

    Bjs ;*

    ResponderExcluir
  4. O Anti-herói Americano. Grande filme, pra quem curte quadrinhos.
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  5. [...] o RSS feed ou deixe o seu e-mail. Volte sempre. #####Powered by WP Greet Box_____Depois de muita espera para os fãs de Doug Allen e para os curiosos de plantão, chega de amostras grátis por aqui. Sem [...]

    ResponderExcluir
  6. [...] à toa que o grande Allan Sieber, quando convidado para falar do Doug Allen aqui no blog, terminou seu texto com essas palavras. O meu problema é que a frase pegou este projeto de tradutor no [...]

    ResponderExcluir

Site Meter