22 junho, 2009

Deixai toda esperança, vós que entrastes.



_____Imaginem uma peça no Eva Herz, o teatro da Livraria Cultura. Na porta do teatro ficam expostos os livros que foram usados no texto do espetáculo. Imaginem uma peça com trechos de Fernando Pessoa, Shakespeare, Dante, Vinicius de Moraes, Cervantes e diversos outros nomes clássicos.
_____Imaginaram? Sabem do que se trata? De uma interminável reunião de clichês! Mais de uma hora com um ator citando clássicos como se a mera presença daqueles textos tornasse a peça boa. Mais de uma hora com um público dando risadinhas de cumplicidade ao se sentirem inteligentes e cultos por reconhecerem alguma obra.
_____Aposto que o inferno das pessoas minimamente cultas deve ser assim.

11 comentários:

  1. me cansa tanto gente assim. daquele tipinho que se acha o maximo pq sabe quem é nietzsche. dá vontade de falar "meu bem, muita gente sabe. não basta isso". sem paciencia total pra isso.

    ResponderExcluir
  2. Não tenho boa memória pra essas coisas. Já li centenas de livros, não lembro de 90%. Provavelmente ia boiar total.
    Talvez por não considerar que o que li tivesse alguma importância pra minha vida.
    Por outro lado, leio muitos artigos relacionados a medicina, tecnologia, economia, biologia e física. Engraçado que essas coisas tendo a lembrar melhor. Pelo menos da idéia da coisa.

    Essa questão de ser culto ou não, vai depender do que é considerado cultura. Se for apenas conhecer os costumes e obras de um certo grupo, todo mundo que vive em sociedade pode ser considerado culto. :)

    Isso me lembrou a exposição do Corpo Humano. Tinha um pessoal que fazia medicina comentando coisas do meu lado, com peito estufado e ar de muito entendidos do assunto. Detalhe: estavam redondamente enganados sobre o que estavam falando. Até eu que não sou da área percebi. hehehehe
    Cada uma...

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia a peça. qual o nome mesmo?

    Olha, em cinema, literatura ou teatro o grande problema das referências é que elas afastam você da história original. Referência é bacana, pode enriquecer uma cena ou trazer um significado ou debate novo, mas quando é tudo o que a obra tem de legal vira masturbação intelectual. Isso você não precisa sair de casa pra fazer. Pode ficar sozinho em casa repetindo as que lembra.

    ResponderExcluir
  4. Ah, vi agora no link. É Doido, certo? Já sei o que NÃO verei aqui.

    ResponderExcluir
  5. Nossa que cúmulo, realmente existem pessoas que não colocam , e realmente falam do que não sabem. Ao menos estude antes de comentar algo, não seria isso? CUlto pr mim é aquele que tem estudo suficiennte para conversar sobre qualquer assunto que lhe foi perguntado.

    Ulisses dá uma olhadinha sei que não sou tão bom em blogs quanto você mais não custa nada, todos começamos de alguem lugar:
    http://badgal.zip.net

    ResponderExcluir
  6. Sim, Tiago, é a peça Doido, sim (o link está na primeira linha). Tem o nome da peça no cartaz da última foto do texto.

    ResponderExcluir
  7. Essa galera assim é foda mesmo. É como o Woody Allen na fila do cinema no Annie Hall. que não aguenta o cara falando sobre Fellini atrás dele. Nessas horas que eu gosto de falar que curto filmes do Adam Sandler.

    Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Aproveite e fale q vc gosta de filmes do Adam Sandler como o Igual a Tudo na Vida (Anything Else - http://www.anythingelse-themovie.com/). Quando importunarem, mande esse link para os chatos: http://www.kidzworld.com/article/2386-separated-at-birth-jason-biggs-and-adam-sandler

    ;-)

    ResponderExcluir
  9. Gente culta?Só conheço meu professor e as Gilmore Girls :P

    ResponderExcluir
  10. Rapaziada, essa é uma montagem teatral que recebe o nome de caixinha: um monólogo feito de colagens de textos e encenado com poucos recursos.

    Quase todos os atores com ene tempo de carreira têm a sua caixinha. Quando eles querem um troco a mais, corre-se para a caixinha.

    Infelizmente, a maioria dessas caixinhas são picaretagens querendo um trocado "incauto" ( não resisti!). Pena.

    Poderia ser, sim, um grande trabalho teatral, pois mostraria o ator, limpo, sem grande efeitos, nos deslumbrando com o seu domínio técnico.

    ResponderExcluir
  11. [...] Pessoas-Weigel. Para o domingo, serão apresentadas duas peças que já comentei aqui no blog: Doido, que eu não recomendo, e a fabulosa Mediano, que recomendo sem nenhuma reserva. ___Estarei lá na [...]

    ResponderExcluir

Site Meter