16 agosto, 2009

Falta de assunto?

_____Sempre fico perplexo com crônicas de escritores que dizem não saber o que escrever. "Não tenho assunto. Não sei o que dizer. Como vou concluir este texto assim? Olha só, pelo menos a primeira linha já se foi. Blá, blá, blá. Flap, flap, flap.". O que acontece com essa gente? Como eles conseguem ficar sem assunto para escrever? Eles vivem dentro de um cubo? (Não este, óbvio. Este renderia bons textos para qualquer um. Espero.).




_____Nunca falta assunto para os meus textos. O que falta é tempo para escrever sobre todos. O mais interessante é que não consigo tempo para redigir porque tenho outras mil coisas para fazer e elas acabam por me render mais assuntos.
_____A dificuldade que me assola é outra. Enquanto alguns textos são redigidos rapidamente, com uma facilidade extraordinária (só demora o processo de poli-los, de relê-los por diversas vezes), outros teimam em não vingar, não importa quanto e como eu os regue. Fico igualzinho o “escritor atormentado” descrito por Italo Calvino, no recomendadíssimo Se um viajante em uma noite de inverno.
_____Mesmo assim, escrever não costuma ser um tormento. É, sem dúvida, uma delícia sem tamanho. Sempre me divirto. Deve ser porque me sobram assuntos.

#####


P.S.: Vale acrescentar, qualquer assunto é válido se o texto que ele render for bom, até a falta de assunto. Mas, tem de ser realmente bom. Deixo de exemplo, para mudar um pouco de área, duas ótimas tirinhas sobre falta de piadas. Uma do cartunista argentino Liniers e outra do Rafael Sica.



2 comentários:

  1. Escritores criando crônicas ou contos sobre a falta de assunto ou a arte de escrever são como compositores criando letras sobre a arte de compor. Da primeira vez soa até bacana, mas depois enche o saco. E não sei se é exatamente a falta de assunto que aflige estas pessoas. Às vezes é falta de saco, mesmo. Eu mesmo às vezes chego em frente ao computador e, de fato, não faltam assuntos, mas o difícil é como começar. Já deixei de escrever sobre alguns temas políticos no meu blog porque, quando começava a pensar no assunto, tinha vontade de vomitar.

    ResponderExcluir
  2. Acho q sofro do mesmo "mal" que vc, Ulisses. Assunto não falta; o que falta é tempo pra escrever e principalmente desatarrachar as viagens que "não vingam" - mas que estão lá, insistindo em tentar existir. :)

    ResponderExcluir

Site Meter