20 setembro, 2009

Contexto para piadas

_____No meio de uma aula sobre o 1º Triunvirato romano, começo a falar das vitórias de Júlio César na Gália. Respiro fundo, viro para a sala e falo de maneira dramática: “Então, toda a Gália foi ocupada pelos romanos... Toda? Não! Uma pequena aldeia, povoada por irredutíveis gauleses, ainda resiste ao invasor. E a vida não é nada fácil para as guarnições de legionários romanos nos campos fortificados de Babaorum, Aquarium, Laudanum e Petibonum...”.


_____90% dos meus alunos ficaram olhando com indiferença. O estagiário, rapaz quase da minha idade, sorriu de maneira cúmplice. Ele aproveitou a brincadeira.


_____Boas ou ruins, certas piadas precisam de contexto. Por vezes é necessária uma longa introdução, toda uma preparação para que um comentário tenha graça. Conhecer uma personagem, por exemplo, abre todo um leque novo de piadas. Nenhum estrangeiro vai dar risada de uma brincadeira sobre sujeira em que seja citado o Cascão. Aqui no Brasil não é necessário explicar nada.


_____A segunda tirinha do Doug Allen que eu publiquei aqui no Incautos foi a seguinte:



_____Alguns gostaram, outros não. De qualquer modo, a brincadeira melhora muito depois de dado o contexto:



_____E fica ainda melhor depois que a idéia já está estabelecida.


3 comentários:

  1. 1° coment *-*
    tava com saudades do steven ^^

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto das tirinhas. E contextualizando fica bem melhor mesmo...

    ResponderExcluir
  3. [...] sempre. #####Powered by WP Greet Box_____Depois de ter ficado um pouco incomodado com o fato de que grande parte dos meus alunos nem imaginava quem diabos são Asterix e seus irredutíveis companheiro..., resolvi montar um Top 10 de porradas que os gauleses deram nos romanos nas historinhas de Goscinny [...]

    ResponderExcluir

Site Meter