10 fevereiro, 2010

Em busca da desonestidade completa


___A pena para o fiscal que permitiu a existência de um treco desses e para o dono do negócio deveria começar com algo tão leve quando o castigo que Édipo escolheu dar a si próprio. Começar.


#####


P.S.: O que seria de nós sem as pessoas que trabalham com humor? É sempre possível descer mais.


7 comentários:

  1. O pior é que não é difícil descobrir que o diploma é falso. Quando é pra conseguir emprego em uma loja, até que vai. Mas quando a pessoa tenta entrar num curso de verdade, uma hora ou outra acaba sendo descoberta. Nem que seja na hora de se formar.

    ResponderExcluir
  2. O chato, Caminhante, é que esses diplomas de supletivos de 1 mês são verdadeiros e as “escolas” são licenciadas pelo MEC.

    ResponderExcluir
  3. Esse é um pobrema gravíssimo. O mercado da ingnorança é um dos mais promissores da atualidade...

    ResponderExcluir
  4. Isso deve ser para sair na estatística que diminuiu o número de analfabetos no Brasil... chato pacas trocar estatística por qualidade :-(

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que o pior de tudo é o MEC ter a cara de pau de validar um diploma desses. Como que a pessoa vai aprender o contéudo de vários anos de estudo em poucos meses.

    ResponderExcluir
  6. Vergonhosa e triste realidade!!!

    ResponderExcluir
  7. Aloha Ulisses!
    Quanta discriminação!
    Todos tem direito a um diploma!!
    O que você quer, segregar ainda mais?!??!?
    Mas que puxa!! O que você pensa que estes desafortunados teriam que fazer para conseguir esta oportunidade de igualdade social que o diploma representa?
    Estudar?
    Aprender??
    Merecer?!?!?!?!
    Não entendo como você se diz professor, que exemplo.... tsc, tsc, tsc...
    Aloha!

    ResponderExcluir

Site Meter