01 maio, 2010

Dia do Trabalho

___Um dos meus empregos é um cursinho, no qual leciono para as turmas especiais de sábado.
___Segundo o calendário escolar do próprio cursinho, hoje, 1º de maio, Dia do Trabalho, seria feriado. Entretanto, em meados de abril, meu chefe resolveu aproveitar o feriado para adiantar o conteúdo e decidiu que o sábado de 1º de maio seria letivo. Ao saberem da surpresa, a sala dos professores ficou povoada de exclamações:
___– Ah, vai se ferrar!!!
___– Como assim? Que absurdo! Só porque ele é o patrão, acha que pode fazer o que quer?
___– Que saco!
___– Nós já receberíamos o dia por ser feriado. Se formos trabalhar, eu quero o dobro pelo dia.
___– Querem saber? Eu não venho! Vou dizer que não posso.
___No meio do furor, o chefe desponta no fim do corredor. Na sala dos professores, as vozes começam a desaparecer. O chefe entra.
___– Bom dia, senhor. E aí, viu o jogo de ontem?


7 comentários:

  1. Como diz um ditado véio: 'Manda quem pode e obedece quem tem juízo' :-)
    Beijos, muitos!

    ResponderExcluir
  2. ___Uma das minhas ocupações é a de estudante, na qual tenho de passar por algumas avaliações ou entrega de trabalhos, listas, produções em geral.
    ___As notícias correm rápido entre as classes, sobre aquela prova ou trabalho impossível, a quantidade incrível de notas vermelhas em outra turma, ou ainda a data de entrega próxima cujo prazo é quase inexistente de algum assunto mais trabalhoso.Houve ainda quando as datas de provas e trabalhos coincidiram...E ao saberem da surpresa, a sala de aula ficou povoada de exclamações:
    ___– Ah, vai se ferrar!!!
    ___– Como assim? Que absurdo! Só porque ele é o professor, acha que pode fazer o que quer?
    ___– Que saco!
    ___– Nós já perderíamos a semana inteira por causa das provas. Se formos ter de entregar, eu quero o dobro de nota.
    ___– Querem saber? Eu não venho! Vou dizer que fiquei doente.
    ___No meio do furor, o professor desponta no fim do corredor. Na sala de aula, as vozes começam a desaparecer. O mestre entra.
    ___– Bom dia, professor. E aí, viu o jogo de ontem?

    ResponderExcluir
  3. desculpa, não resisti. Mas é claro que é apenas uma situação hipotética, o sr sabe que isso _nao_ acontece, não é? Sabe o que eu nunca entendi? Porque dia do trabalho chama-se "dia do trabalho". devia chamar-se dia do não-trabalho... calei. .-.

    ResponderExcluir
  4. Já dizia o Kirk Hammet: Sad but true.

    ResponderExcluir
  5. Não deixa de ser engraçado, tb, a autora do Metamorfosear elogiar um texto da do Vida e Metamorfose. Meus alunos e leitores são uma graça.

    ResponderExcluir
  6. É... Há pelo menos dois lados de uma mesma situação :-)... Eu já vivi os dois.
    Em 1994 trabalhava como operadora de caixa num supermercado e o fdp do gerente fez uma reunião dizendo que todas deveriam usar uma fantasia de caipira durante todo o mês de julho... saimos xingando, mas no outro dia estavam todas vestidas à caráter :-)

    Quando fiz faculdade uma professora (do tipo daqui eu não sai, daqui ninguém me tira) que ficou ressentida com uma reclamação de meia dúzia de alunos; revidou deixando quase 90 alunos de dp. Foi um alvoroço daqueles, mas no ano seguinte estava todo muito lá cursando a dp :-)

    ResponderExcluir

Site Meter