06 maio, 2011

Fui eu que matei!

___Na terça-feira, publiquei, no Editorial do Ops!, um texto sobre a reação do Obama ao assassinato do Bin Laden. Como muita gente veio comentar comigo por e-mail, muitos alunos vieram falar do assunto e eu apreciei o que escrevi, segue, abaixo, uma versão modificada.


###


___Como qualquer professor de Humanas do Ensino Médio que preste, acompanhei, com atenção, as notícias sobre a morte de Osama bin Laden. Como raramente escrevo sobre algo que acabou de acontecer, eu não iria postar nada por aqui. Até que, embasbacado, ouvi as falas dos líderes norte americanos sobre o assassinato.


___Claro que eu esperava algumas reações exageradas, claro que eu esperava gente se auto-promovendo com a morte, mas, talvez ingenuamente, eu não esperava uma reação como a do Obama.


Yes we kill


___Uma fala como “Pouco tempo depois que assumi a presidência, eu, diretamente, ordenei ao diretor da CIA que a morte ou captura de Bin Laden era a principal prioridade na guerra contra a Al-Qaeda.” não parece a fala de um presidente que sempre fez de tudo para se mostrar moderado. A reação de Barack Obama a esse assassinato parece a mesma de seu antecessor aos ataques às Torres Gêmeas.


Obama 2012


___Puxar para si tanto assim as glórias do assassinato de outro ser humano, soa muito estranho para alguém que ganhou o Nobel da Paz – tendo-o merecido ou não. Sinceramente, parece que, se fosse mesmo contar de maneira positiva, Obama diria “Fui eu que puxei o gatilho. Deem uma olhada, o sangue até respingou na manga do meu terno.”.


Eu matei!


___Isso deixa mais estranho ainda o fato de não mostrarem o corpo. Seria um grande extra nessa auto-promoção “Fui eu que matei!”. De qualquer modo, para alguns políticos, sem dúvida, Osama bin Laden vai fazer muita falta.



Osama deixará saudades


###


___Terminei o Editorial do Ops! nesse ponto. Agora, republicando o texto aqui no meu blog, com alguns dias passados, tenho mais dois centavos de reflexão a tecer (com direito outras ótimas charges que arrumei por aí).


###


___Ainda me impressiona bastante não terem apresentado nenhuma prova da morte do Osama. É uma questão por demais delicada para deixarem esse clima de “Acreditem na nossa palavra.”. Desculpas como “Não mostramos porque são imagens muito pesadas”, só deixa mais engraçado ainda esse quadrinho do Latuff:


O cara que matou Bin Laden


___Mesmo assim, repetindo o que respondi para estudantes a semana toda, acredito que devem ter matado mesmo o Bin Laden. Existe muita coisa em jogo. Não dá para o Obama aparecer dizendo “Olhem, eu matei o Osama e ainda mijei na água do mar em que jogamos o corpo.” e, algumas semanas depois, o Bin Laden aparecer, todo pimpão, segurando um jornal dizendo que ele está morto. O Barack Obama iria levar mais pancadas e renunciar mais rápido do que o Nixon.


___Mesmo assim, é interessante ver as atitudes de quem está no poder e se acostumou a deixar as pessoas trancadas em um porão.


A morte do grande terrorista

5 comentários:

  1. eu li um livro ótimo do Michael Moore chamado Cara, Cadê Meu País?, sobre o 11 de setembro e o terrorismo. Recomendo bastante, apesar de ter uma péssima edição. O livro traz à tona também outros fatores que deixam essa história toda ainda mais estranha. Afinal, é uma coincidência bem esquisita o fato de as famílias Bush e Bin Laden serem amicíssimas no âmbito pessoal. Ou ainda o fato de que, no dia do atentado, todo o sistema de aviões dos EUA tenham parado - o único voo que se completou levava embora dos Estados Unidos justamente a família Bin Laden. engraçado, né?

    ResponderExcluir
  2. O que Helena, teoria da conspiração agora é?

    Se liga, o Bin Laden tá morto: até a Al Qaeda já confirmou.

    Pura coincidência só o vôos do Bin Laden poder decolar. Naquele dia, aliás, 4 deles rumaram a (inocentes) alvos norteamericanos. Um deles heroicamente interceptado pelos heróicos passageiros! O outro mal acertando o super palácio da justiça, digo, o pentagon. Já viu as fotos? E as torres gêmeas, que gêmeas caíram, como implodidas?

    Sem essa conspiração vai!? Al Qaeda, EUA, Lockheed, CIA, nada disso existe. Ou será que o Osama vai posar pimpão com o NYT?

    ResponderExcluir
  3. Bin Laden morto !!

    essa morte não me preocupa nenhum pouco, ele deveria estar morto a algum tempo já !!

    o anti-americanismo não me preocupa também, não !!

    mas fazer festa como fizeram e dizer "nos matamos ele" como disseram. Ahn.... com isso estão alimentando o anti-americanismo que existe em todo o mundo !!

    quantos erros cada lado tem ? talvez incontáveis, esperar paz como consequência de guerras existirá ?

    sei que cada vez eu me afastarei mais das guerra, infelizmente inocentes morrem, mas o mundo é feito de muitas outras coisas. Estou tentando fazer a diferença em diversas delas.

    obs.: não querendo puxar o saco, mas acredito que quem escreve e le esse blog também faz a DIFERENÇA !!

    ResponderExcluir
  4. Pois e, sou daqueles que acham desnecessario a prova justamente pelo que voce mencionou. Mas queria muito que fizessem um exercicio: Que pais, atacado por alguem, nao ficaria orgulhoso de ter matado o atacante? rs Sendo justo ou injusto, nao era a logica?

    abrax

    Roy

    ResponderExcluir
  5. Estou aqui cruzando os meus dedos para que o que eu li no post do Thiago seja sarcasmo... só pode ser...

    ResponderExcluir

Site Meter