04 agosto, 2011

Viva o Dia do Orgulho Heterossexual!

1ª Parada do Orgulho Hétero


___Leitores queridos, é hora de festejar! A cada dia está mais perto de Carlos Apolinário, vereador pelo DEM, conseguir aprovar o projeto de lei que criará, em Sampa, o Dia do Orgulho Hétero. Nesta semana, a Câmara Municipal de São Paulo já aprovou o projeto e, agora, só falta o prefeito Gilberto Kassab sancioná-lo. Com um pouco de sorte, talvez esse seja o passo que falta para que o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) consiga aprovar esse glorioso dia como oficial para o calendário do Brasil inteiro.


Bandeira do Orgulho Hétero


Bandeira do Orgulho Hétero – em tons de cinza


___Já imaginaram que coisa maravilhosa? Talvez depois disso, finalmente homens e mulheres heterossexuais poderão sair às ruas de mãos dadas, beijar em público, frequentar lojas, shoppings e motéis sem que os preconceituosos gays os impeçam. Que lindo! Provavelmente isso vai até ajudar a impedir que héteros continuem a ser agredidos (às vezes até a morte) por conta de sua opção sexual.


___Nenhum hétero perderá mais o emprego por gostar de alguém do sexo oposto. Heterossexual algum será mais achincalhado por preferir o sexo diferente. Se tivermos sorte, talvez até mesmo os religiosos parem de falar de heterossexualismo como se fosse uma doença, um pecado mortal.


___Meus leitores amados, o momento é de festa! Pegue sua camiseta 100% Branco e saia às ruas. Quem sabe essa gloriosa mudança seja o prenúncio de novos tempos, talvez agora a humanidade comece a caminhar nos trilhos corretos. Agora é esperar e torcer. Se tudo continuar assim, aposto que faltará pouco para que aprovem, também, cotas nas universidades públicas para jovens da Classe A e a Lei Mário da Lapa, para proteger os homens da violência doméstica feita por suas esposas.


###


Orgulho Hétero


Orgulho Hétero


Orgulho Hétero


Orgulho Hétero

22 comentários:

  1. Finalmente nossas preces serão ouvidas! Obrigada, Jesus!




    (Tivemos uma discussão sobre isso na aula de filosofia e, uma mesma menina que uma vez havia me dito que seria inadmissível a adoção de crianças por casais gays, afinal, "em que tipo de ambiente ela vai crescer?!" me disse que acha certo o Dia do Orgulho Hétero, uma vez que, se tem o dia do Orgulho Gay, tem que ter pro outro também. Igualitária, né. Eu gosto disso, mesmo: Justiça.)



    ps: Seres humanos me enojam. Um apocalipse é a única salvação.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito do texto, Trida!
    É uma vergonha esse projeto! Qual a razão para se ter um dia do orgulho hétero? Nenhuma. Diferentemente do dia do orgulho gay que foi conquistado através de LUTA, onde lésbicas, gays e travestis reagiram a uma batida policial no bar de Stonewall e mostraram que não iam mais se calar diante da opressão e preconceito. E odia do orgulho hétero foi conquistado através de que? Por que tem que ter um dia pra assumir um orgulho que já é imposto pela sociedade como o certo? Então, se alguém é nazista e tem orgulho, também tem direito de ter um dia pra isso?
    Dizem que tem que ter igualdade, e por isso que também tem que ter um dia para o orgulho hétero, pois eles também tem orgulho da sua opção sexual. Mas, tem hétero apanhando e morrendo por causa de sua opção sexual? Aonde que tá o orgulho de assumir sua condição de opressor? Um hétero tem todos os dias do ano pra se assumir e não sofrer preconceito, diferentemente de um homossexual que sofre preconceito TODOS os dias.
    Enquanto ficam aprovando medidas inúteis por que não aprovam a PLC 122, que criminaliza a homofobia? Ah, porque segundo os conservadores, se aprovar essa lei vai tirar a liberdade de expressão! Que liberdade de expressão? A liberdade de você poder falar e quem sofre preconceito ficar calado? O direito de você descriminar ou agredir alguém e a pessoa que foi oprimida não poder reivindicar? Liberdade de expressão é ter o direito de poder agredir, oprimir e tirar a liberdade do outro? Isso é mesmo liberdade de expressão? É Hipocrisia.

    Desculpa o desabafo, Trida. É que é cada coisa revoltante, e não dá pra ficar calada diante disso.

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do texto, Trida!
    É uma vergonha esse projeto! Qual a razão para se ter um dia do orgulho hétero? Nenhuma. Diferentemente do dia do orgulho gay que foi conquistado através de LUTA, onde lésbicas, gays e travestis reagiram a uma batida policial no bar de Stonewall e mostraram que não iam mais se calar diante da opressão e preconceito. E o dia do orgulho hétero foi conquistado através de que? Por que tem que ter um dia pra assumir um orgulho que já é imposto pela sociedade como o certo? Então, se alguém é nazista e tem orgulho, também tem direito de ter um dia pra isso?
    Dizem que tem que ter igualdade, e por isso que também tem que ter um dia para o orgulho hétero, pois eles também tem orgulho da sua opção sexual. Mas, tem hétero apanhando e morrendo por causa de sua opção sexual? Aonde que tá o orgulho de assumir sua condição de opressor? Um hétero tem todos os dias do ano pra se assumir e não sofrer preconceito, diferentemente de um homossexual que sofre preconceito TODOS os dias.
    Enquanto ficam aprovando medidas inúteis por que não aprovam a PLC 122, que criminaliza a homofobia? Ah, porque segundo os conservadores, se aprovar essa lei vai tirar a liberdade de expressão! Que liberdade de expressão? A liberdade de você poder falar e quem sofre preconceito ficar calado? O direito de você descriminar ou agredir alguém e a pessoa que foi oprimida não poder reivindicar? Liberdade de expressão é ter o direito de poder agredir, oprimir e tirar a liberdade do outro? Isso é mesmo liberdade de expressão? É Hipocrisia.

    Desculpa o desabafo, Trida. É que é cada coisa revoltante, e não dá pra ficar calada diante disso.

    ResponderExcluir
  4. Trida, mais uma vez eu, o mais conservador entre os conservadores (HAHAHAHAHAHAHAH), tenho que ouvir e ver cada insanidade naquela Câmara que fico pasmo. Essa é uma delas. Nem tem o que se falar. Acho válido, para reflexão, um texto do meu chefe, o vereador Floriano Pesaro (que, como a mídia notíciou de maneira errada, tenho o dever de corrigir. Ele é absolutamente contra essa proposta imbecil do vereador Apolinário, e não se manifestou na tal 'votação simbólica' pois estava em audiência com a vice-prefeita).

    "É inconcebível que tenhamos perdido a noção do bom senso.
    Quando se cria o estatuto da criança e do adolescente, entendemos que é de mister proteger aqueles que não possuem voz suficiente para fazer-se ouvir. Quando criamos o Dia do Idoso, também escolhemos homenagear uma minoria.
    O Dia Internacional da Mulher aí está para garantir que direitos adquiridos com tanta luta sejam relembrados, evidenciando conquistas necessárias para que o mundo se tornasse mais igualitário.
    O Dia do Orgulho Gay situa-se nesta categoria de homenagear e dar voz a uma minoria que foi tão perseguida a ponto de perder milhares de vidas para a loucura do genocídio nazista.
    Hoje, existem leis que protegem a homossexualidade. Por quê? Porque só através destas leis, que multam e processam e prendem é que podemos diminuir - e notem, não digo eliminar - preconceitos, abusos, intransigências.
    Há muito pouco tempo, no começo do século, as mulheres eram vistas como seres inferiores, sem direito a voto, com salários menores do que os homens, com dupla e tripla jornada de trabalho e vítimas de leis que as tratavam como propriedade masculina.
    Quem não se lembra da ignóbil tese da legítima defesa da honra, de passado tão próximo? Foi necessária a lei Maria da Penha para defender a mulher contra a violência doméstica.
    Há muito pouco tempo, 130 anos, os negros eram considerados animais de carga, mercadoria, seres inferiores. Foi a Lei Áurea que começou a devolver a dignidade ao negro.
    Há menos de 70 anos, a raça ariana foi considerada superior e os judeus considerados “lixo humano”. A lei contra o crime de racismo salvaguarda hoje a liberdade de credo e raça.
    O que mudou? Mudou a sociedade! A sociedade vem aprendendo. Através de leis, através de atos de proteção, através de instituições que reparam erros históricos e buscam a igualdade.
    Porém, quando se decide criar uma sandice como o Dia do Orgulho Heterossexual, todo o esforço para garantir equidade neste mundo fica prejudicado.
    A pessoa heterossexual é privilegiada per se. Seus direitos sempre foram preservados desde tempos antigos. A pessoa heterossexual nunca enfrentou discriminação, agressões, falta de liberdade, privação de direitos civis. Certamente, a pessoa heterossexual não é pior nem melhor do que a homossexual, mas nunca foi singularizada, repudiada e até morta por sua opção sexual.
    Portanto, não podemos involuir no que tange à defesa da igualdade. A criação do Dia do Orgulho Heterossexual serve para exacerbar a cisão, a diferença, o preconceito. Também, há o perigoso precedente de brincarmos com os limites da laicidade, defendendo contextos religiosos contra a homossexualidade.
    Assim, quero registrar expressamente meu repúdio pela eventual criação do Dia do Orgulho Heterossexual e cerrar fileiras com aqueles que buscarão reverter este rematado desatino." - Floriano Pesaro

    ResponderExcluir
  5. Eu sou a favor do dia do orgulho ereto pq acho legal!!!!!!
    E o q qui esse bando ta disendo?? Não conhecem as leis maiores??

    ResponderExcluir
  6. vc eh um preconceituoso. vai se foder.

    ResponderExcluir
  7. Hahaha, Que piada!

    O que vem depois?
    Dia do cristão, dia do burguês e dia da multinacional?

    Já desisti de levar o governo brasileiro a sério.

    ResponderExcluir
  8. Acho que não é preciso falar nada...
    Mas pra não deixar em branco...
    RIDÍCULO!
    O dia que atacarem heterosexuais igual atacaram o pai e o filho que estavam se abraçando (afinal, dois homens se abraçando só podem ser gays) eu serei o primeiro a ir a favor do dia do orgulho heterosexual... Enquanto isso não acontecer... Lixo...

    ResponderExcluir
  9. A vida é triste.

    ResponderExcluir
  10. Não brinca não,que do jeito que a coisa vai,esses relatos todos poderão se tornarem reais. Basta ver a fúria que desparta nos gays uma insignificância que foi votar essa lei,isso tem ranço de quem tem ódio também.

    ResponderExcluir
  11. que tal o dia da consciência branca? ha

    ResponderExcluir
  12. é isso ai mesmo, viva ao orgulho hetero e nao to sendo ironico como o autor do post

    eu sou hetero e me orgulho disso, se nao fossem por nós a raça humana seria extinta, homen + mulher, essa é a lei natural das coisas

    viva a ordem

    ResponderExcluir
  13. "Esta agora é osso do meu osso, carne de minha carne, ela se chamará mulher, Gen 2;23."

    ResponderExcluir
  14. Obrigado pela indicação, Gabriel.

    Como eu já falei para vc na escola, dá para me mandar o link?

    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. E se vc apanhasse na rua, fosse expulso do seio familiar, fosse escarniado por mta gente por conta da sua opção sexual, vc não teria ódio tb? Além disso, Angelo, não esqueça que os negros passaram por coisas mais horríveis ainda e nem por isso eles agiram de maneira injusta, prejudicando os brancos. Os negros podiam até ter ódio, mas isso não resultou em violência contra os brancos quando eles conseguiram mais direitos.

    Acho melhor vc repensar os seus (pre)conceitos.

    ResponderExcluir
  16. Só não se esqueça que o seu deus tb proibiu vc de se masturbar. Comporte-se...

    ResponderExcluir
  17. [...] do Orgulho Ereto – Respostas Aug 13th, 2011 by Ulisses Adirt. Share___Publiquei o texto “Viva o Dia do Orgulho Heterossexual!” sabendo que eu teria que me deparar com dois grupos que me desagradam: os bobos clássicos que [...]

    ResponderExcluir
  18. Há tanto absurdo nessa proposta que eu até me perco pensando por onde começar. Sou cientista político e um dos princípios que mais prezo é o do laicismo. Aí vem um político desses achando que Deus deu a ele uma procuração para falar em Seu nome propor uma barbaridade dessas. "Bando de vagabundos" como uma vez uma amiga evangélica minha se referiu a esse tipo de gente. Não sou contra a religião, mas Deus não deu procuração a ninguém para falar em Seu nome aqui na terra e impor Suas leis nas leis do Estado.

    Aliás, as únicas leis que eu sei que Deus impôs aos seus fiéis foram os 10 Mandamentos, e um deles diz bem claro: "não usar o nome de Deus em vão"

    ResponderExcluir
  19. [...] a desinformação das pessoas pode ser usada como arma na disputa política. Daí a importância do texto que escreveu o Ulisses Adirt à época, ou os esclarecimentos de Lola Aronovich, ou ainda a militância de uma advogada lésbica de Belo [...]

    ResponderExcluir
  20. [...] recomendados: - “Viva o Dia do Orgulho Heterossexual!”, por M. Ulisses Adirt. - “‘Queria ser hétero, mas não consigo’”, por Alex Castro. - [...]

    ResponderExcluir
  21. A primeira foto é de JUDEUS. Não de gays.Mentirosos. Aludem suas causas pseudo fragilizadas, tentando fazer charme com "coitadismos".
    Não pode mais ter opinião diferente que é preconceito?!?!
    Sou hetero convicto e tenho amigos homossexuais (não bixinhas politicamente corretas), dois dos maiores poetas brasileiros eram homossexuais(não bixinhas politicamente corretas), que eram Renato Russo e Cazuza.
    A diferença está em ser referência pelo talento (como os citados anteriormente), ao contrário do sub produto global que tenta empurrar uma ditadura gay goela abaixo (a saber Jean Willis).
    Enquanto Cristian Prior critica a classe operária, chamando de pobre e ralé. Aí é liberdade de expressão. Mas se eu critico o trabalho fútil dele (indiferente da sexualidade), sou taxado de homofóbico.
    Não dá pra compreender...

    ResponderExcluir
  22. A primeira foto é de JUDEUS. Não de gays.Mentirosos. Aludem suas causas pseudo fragilizadas, tentando fazer charme com "coitadismos".
    Não pode mais ter opinião diferente que é preconceito?!?!
    Sou hetero convicto e tenho amigos homossexuais (não bixinhas politicamente corretas), dois dos maiores poetas brasileiros eram homossexuais(não bixinhas politicamente corretas), que eram Renato Russo e Cazuza.
    A diferença está em ser referência pelo talento (como os citados anteriormente), ao contrário do sub produto global que tenta empurrar uma ditadura gay goela abaixo (a saber Jean Willis).
    Enquanto Cristian Prior critica a classe operária, chamando de pobre e ralé. Aí é liberdade de expressão. Mas se eu critico o trabalho fútil dele (indiferente da sexualidade), sou taxado de homofóbico.
    Não dá pra compreender...

    ResponderExcluir

Site Meter