15 outubro, 2006

_____Nem preciso vir aqui para chover no molhado e reclamar dos políticos do nosso país; nem pretendo ficar refletindo sobre a ignorância daqueles que votam. Contudo, tenho que admitir que certas pérolas me enojam. Ver novamente com cargos públicos desonestos de grande fama como Paulo Maluf e Celso Russomanno (com as maiores votações do estado de São Paulo) impressiona. Contudo, ver outros seres bizarros como o Dr. Enéas Carneiro novamente eleito também é de cair o queixo. Tenho a ligeira impressão que, depois de quatro anos como deputado sem fazer mer..., quer dizer, sem fazer nada, ele conseguiu novamente se eleger simplesmente falando que teve câncer e que conseguiu sobreviver (mesmo sem a barba)... risível. Um completo inútil, eleito sem ter feito um bom trabalho e sem propostas sérias.
_____Mas, nem foi isso o que mais me deixou abismado. É impressionante descobrir que entre os eleitos está (também um dos mais votados, o terceiro) o Sr. Clodovil. Isso sim é algo bizarro. Outro inútil, sem proposta nenhuma. Pelo menos ele fecha o período eleitoral do primeiro turno deixando claro que ele considera seres acéfalos aqueles que nele votaram. Pode conferir no vídeo abaixo:
Alguém que nunca trabalhou de verdade na vida, vai continuar a receber por não trabalhar.
_____Pelo menos, fico feliz de ver que algumas figuras não foram eleitas. Uma das que me deixou mais feliz de não ter o seu nome entre os deputados é o Coronel Ubiratan. Pena que a “providência” não funcione sempre tão bem assim.
***
_____Caso não tenha conseguido ver o vídeo, clique aqui. Se quiser ver a lista dos eleitos no primeiro turno, clique aqui.

2 comentários:

  1. olá Ulisses, vi seu comentário no surra e resolvi vir aqui. bacana, concordo com quase tudo. só acho que você erra ao dizer que o clodovil nunca trabalhou. com as frescuras dele, na área dele, trabalhou sim, muito e muito bem.

    ResponderExcluir
  2. Eu até entendo que o Clodovil tem/tinha o trabalho dele. E, tenho que concordar que trabalhar ele trabalhou. Acabei chamando ele de vagabundo mais em um momento de raiva, depois de ter visto uma cena bizarra como a que eu selecionei. Valeu. Abraços.

    ResponderExcluir

Site Meter