25 setembro, 2007

Moucos

Rádio Marginal

_____Ouço muita música (o que não é nenhum absurdo para quem trabalha em uma academia de dança), contudo ouço as rádios paulistanas com uma freqüência pequena, bem pequena. Quando ligo o rádio, normalmente escuto a Rádio USP, que tem uma programação bem variada* (variada até demais, às vezes), a Brasil 2000 – FM 107,3, para poder ouvir um pouco de bandas independentes, e a Kiss FM, para ouvir clássicos. As outras rádios eu evito, pois é insuportável ouvir sempre as mesmas músicas em intervalos bem pequenos.

_____Dia desses, entretanto, fui cair na 89, rádio que eu escutava na minha adolescência. Fiquei abismado. A 89 nunca foi uma rádio ideal, mesmo se intitulando “rádio rock” ela sempre teve um pezinho no pop** e quase pecava tanto quanto as outras por repetir infinitamente as mesmas músicas. Só que dessa vez, o que ouvi foi bem pior. A 89 não só deixou de tocar rock, como apenas toca popzinhos da moda, repetidas vezes e ainda tem a cara de pau de escolher como novo slogan “Primeiro na 89”.

_____Entre as leis básicas da publicidade, a ética não está incluída com certeza (“Desde que não leve a um processo na cara, tá tudo bem!”). Se fosse necessário penhorar a mãe para um publicitário vender o próprio produto, pode apostar que ele faria. Uma rádio mudar sua programação para ficar igualzinha a outras rádios e ainda escolher como slogan “Primeiro aqui” é a mesma coisa que esfregar na cara dos ouvintes o quão imbecis eles são. Mas, os ouvintes não percebem, o público de rádio, normalmente, é ruminante mesmo e vai achar que lá encontra novidades. A maioria nem nota que escuta as mesmas músicas todos os dias.

_____Traço estas linhas para matar um pouco da minha raiva e para dar um conselho aos meus leitores: apesar de hoje, 25/IX, ser o dia do rádio aqui no Brasil***, também é o dia que Vasco Núñez de Balboa, aventureiro espanhol, descobriu, em 1513, o Oceano Pacífico. Portanto, façam como o descobridor e procurem conhecer algo novo ao ouvir uma rádio. Escutem rádios, aqui na internet, de outros países; é uma experiência bastante interessante. Ou escutem um pouco de música independente ou clássicos nas rádios de onde quer que vocês estejam. Para o público de Sampa eu dei, no primeiro parágrafo, três boas indicações, aproveitem.

P.S.: Para saber um pouco mais sobre o que aconteceu com a rádio 89, indico o artigo “89 FM, o fim da rádio rock”, de Valdir Antonelli, no Digestivo cultural.

__________

* Destaco, principalmente, os imperdíveis programas de samba.
** Talvez seja válido dizer que também gosto bastante de pop, mas sem exagero.
*** Dia do nascimento de Edgar Roquete Pinto, fundador da primeira emissora de rádio do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter