03 abril, 2009

O dono do salão



_____Domingo fui ao Avenida Club assistir a estréia do espetáculo de dança Stilo Nostalgia, de Edson Modesto Jr. É uma montagem interessante que, com dança de salão, conta rapidamente a história do samba-rock e suas personagens. A peça estava marcada para começar às 19h, mas, desrespeitando o público, os artistas entraram no palco apenas às 20h.
_____Como se tratava de um espetáculo de dança de salão, tudo foi, obviamente, montado em um local em que o público também poderia dançar – tanto que, após a peça, já estava marcada uma apresentação do pessoal do Gafieira na Casa. Antes do show, entretanto, por mais que o atraso incomodasse e a música rolasse solta, ninguém parecia se atrever a estrear aquele salão lindo e vazio. Sem grandes dramas, levantei, puxei minha namorada, e fomos para o salão dançar.
_____Dançamos umas três, quatro músicas com o salão completamente vazio. Suados, resolvemos sentar um pouco. Mal me sento, aparece uma amiga minha toda esbaforida e fala:
_____– Você está louco, Ulisses? Você sabe quem está aqui?
_____– Nossa, o que foi? Quem está aqui?!? – perguntei assustado (se bem me lembrava, a Polícia Federal já havia parado de me procurar fazia um tempo).
_____– Oras, todo mundo!
_____– Quê? Quem? – O único Todo Mundo que eu conheço é a personagem do Gil Vicente.
_____– Oras, todo mundo da dança de salão. É a estréia do espetáculo.
_____– E?
_____Minha amiga respirou fundo e, olhando para mim como se eu fosse uma criança de 6 anos para quem tudo deve ser explicado, disse:
_____– Um monte de gente importante e famosa aqui e você dançando na frente deles. Só tinha você na pista, todos puderam ver. Já pensou o que eles podem pensar da sua dança? O que falaram?
_____Dei de ombros, falei que não me importava e que queria apenas aproveitar o salão vazio. Agradeci a preocupação e, deixando minha amiga atônita, puxei minha namorada de volta para o salão.
_____Dançamos só nós dois até a peça começar.
_____Sinceramente, fiquei intrigado. Será que todo mundo pensa como a minha amiga e, por isso, ninguém dançou? Ou será alguma grande gafe dançar antes de um espetáculo de dança? Eu passaria vergonha, mas prefiro que seja uma gafe. As pessoas não podem ser tão idiotas.


#####

P.S.: Para quem gosta de ver as pessoas dançando samba-rock e estiver a fim de se divertir com a peça, nesse domingo (05/IV/2009) acontecerá a segunda e última apresentação do espetáculo (com show do Gafieira na Casa em seguida). Oficialmente, começa às 19h.
P.P.S.: Aproveitando o assunto, para quem gosta de ouvir samba-rock, não percam a chance de conhecer o fantástico trabalho do Thiago Corrêa. Ele disponibiliza gratuitamente (inclusive em mp3) músicas próprias e versões de clássicos adaptados para o samba-rock. Minha preferida é a versão dele para “Ain’t No Mountain High Enough”, do Marvin Gaye.

Um comentário:

  1. parece que nessa, "eles dançaram"! parabéns.

    acho dançar sensacional mas eu não sei. demoro pra começar, faço de conta que preciso calibrar primeiro até chegar no "bem... seja o que deus quiser" e ir pra pista. aí começo a fazer de conta que sei dançar, não piso no par não; fingindo que não me preocupo com o que acham dos meus passos, acabo me divertindo e muito.

    faz tempo que não danço. logo logo arranjo tempo pra arranjar coragem.

    um abraço

    ResponderExcluir

Site Meter