27 setembro, 2009

Ulisses X Mequinho – Parte II: A partida

[Parte I – aqui]


###



_____Sou completamente amador no xadrez. Analiso partidas e jogo, estudo jogadas e leio sobre o assunto apenas por diversão. Mesmo assim, frente aos outros amadores que encontro por aí (virtuais ou reais), costumo me dar bastante bem. Já contra o Mequinho... Hum... Acho que é melhor mostrar e comentar a partida antes de contar o resultado. Acompanhem com um tabuleiro.
[Nota: Anotei toda a partida em Sistema Descritivo. Abaixo, utilizarei o Sistema Algébrico para narrar a partida. Quem preferir acompanhar pelo Descritivo, minhas rabiscadas e nervosas anotações podem ser encontradas aqui.]
1 ) d4,
_____Logo na primeira rodada, vi o Mequinho começando com o peão da dama com todos os jogadores próximos. Não fiquei acompanhando a peregrinação dele por cada uma das mesas, pouco depois que ele passou pela quarta mesa eu parei e me concentrei em meu jogo. Assim que o Mestre voltou para a minha mesa, fiz a minha jogada:
1 ) ..., d5
2 ) c4, Cf6
3 ) cxd5, Cxd5
4 ) e4, Cb6
5 ) Cc3, e6
6 ) Cf3, Be7

_____Em uma simultânea, o jogador principal fica com as brancas. Os adversários são enfileirados e têm de aguardar a chegada do principal para mostrar a própria jogada. Quem fica na mesa, tem de pensar em sua jogada enquanto a estrela do dia passa pelas outras mesas. Normalmente, quando o principal volta da ronda, o jogador das pretas faz o seu lance e vê, quase que imediatamente, a resposta. Mequinho fazia seus retruques em uma velocidade espantosa. De vez em quando alguma jogada o fazia parar e ficar pensando por algum tempo. Essa minha sexta jogada foi a primeira em que ele pensou por mais do que 5 segundos. (Fiz, na planilha, uma pequena marcação ao lado de cada jogada em que ele teve de parar para pensar).
7 ) Be2, O-O
8 ) O-O, h6
9 ) Be3, C8d7
10 ) Tc1, c6
11 ) Dd2, f6
(anotei errado na planilha)
12 ) Tfd1, e5
13 ) d5,

_____Para quem aguardava ansioso, foi a partir daqui que o sangue começou a rolar. Fica a imagem do tabuleiro antes que eu e o Mequinho começássemos a esvaziá-lo:



13 ) ..., cxd5
14 ) Cxd5, Cxd5

_____Novamente o Mestre parou para pensar. O mais longo momento de reflexão dele durante toda a partida. Mequinho sentou nas próprias pernas, colocou as mãos nos ouvidos para que o barulho externo não o atrapalhasse e, depois de mais um minuto, mandou um
15 ) Dxd5+,
_____Nesse momento, comecei seriamente a me arrepender por ter abandonado a tática de retranca.
15 ) ..., Rh8
16 ) Txc8, Txc8
17 ) Dxd7, Tc2
18 ) Dxb7,

_____Com todas essas trocas de peças, Mequinho ficou levemente na frente. Recebi, então, uma ajuda dos céus: começou a chover.
_____Foi um momento de completa desconcentração para quase todos. Até o Mestre retirou-se do meio dos tabuleiros para procurar um guarda-chuva. Enquanto alguns jogadores saíam de seus lugares, fiquei lá tentando me concentrar. Talvez a água fria tenha me deixado mais alerta, quiçá tenha lavado todo o resto de noção e humildade que eu tinha, só sei que eu percebi uma sequência que não havia me ocorrido até então: sacrificando minha rainha por um mísero bispo eu poderia dar o xeque-mate. Claro que a chance seria pequena, mas foi bem no momento que começou a chover, tudo ficou um pouco bagunçado – quem sabe o Mequinho ficasse um pouco desatento e isso me valesse a vitória. Joguei, então
18 ) ..., Txe2
_____Tudo como eu planejei. O Mequinho jogou
19 ) Txd8,
_____Comi a torre dele, preparado para avançar a minha. Se a chuva estivesse atrapalhando bastante o Mestre, aquela poderia ser a minha vitória.
19 ) ..., Txd8

_____Um lance errado do Mestre e eu daria um xeque, rumo ao mate.




_____Ao invés de jogar rapidamente, Mequinho, segurando o guarda-chuva, parou em frente ao meu tabuleiro, pensou, pensou e acabou com a minha festa movendo o rei:
20 ) Rf1, Tc2
21 ) Dxe7, Td1+
22 ) Ce1, Txb2
23 ) Dxa7, Tbb1



_____Mesmo sem tantas esperanças, tentei novamente dar o mate dobrando as torres. Sem nem precisar olhar direito para o lance, Mequinho deslocou a própria rainha e acabou com qualquer possibilidade de brincadeira.
24 ) Da5, Rh7
_____Em seguida, o Mestre passou a ir para cima com os peões e deixar o próprio rei bem livre, para que eu parasse com meus arroubos de grandeza.
25 ) g4, Rg6
26 ) h4, h5
27 ) g5, fxg5
28 ) Bxg5, Rh7
29 ) Re2, Rg8
30 ) Bd2, Rf7
31 ) Dxe5

_____Com minhas torres travadas e em desvantagem numérica, minha derrota era certa. Respeitosamente, então, deitei o meu rei.



_____Jogar contra o Mequinho foi completamente diferente de 99% das partidas que já fiz na vida. Não que eu tenha me dado mal, muito pelo contrário – sem ficar na retranca, segurei a partida por mais de 30 lances e, quando deitei o meu rei, haviam sobrado apenas seis outros jogadores. O ponto é que não me lembro de ter jogado com outro cara que tenha conseguido me encurralar dessa maneira o jogo todo. Foi impressionante: eu nunca tinha onde colocar as peças. Fazia tempo que eu não me divertia tanto com uma partida.
_____Mequinho não perde uma partida em simultâneas há 33 anos. Tentei com todas as minhas forças acabar com essa invencibilidade, mas sei que nem cheguei perto. No fim da simultânea o Mestre conseguiu 18 vitórias e cedeu apenas dois empates. Ano que vem eu derroto ele. ;-)

8 comentários:

  1. Ulisses, eu acho que você resistiu bastante contra um jogador deste calibre. Eu também sou um amador aficcionado por xadrez, e depois vou olhar com mais calma este seu jogo. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela coragem!
    Show de bola sua ousadia e texto.

    ResponderExcluir
  3. Persevera e triunfarás, é meu lema.
    Há braços!!

    ResponderExcluir
  4. Não entendi bem. No lance 11 você jogou o peão ou o bispo em f6? O diagrama mostra o bispo, de acordo com tua ficha em notação diagramática. Mas depois vejo pela seqüência da partida que estava lá o teu peão.

    Não sei jogar esta abertura, mas arrisco dizer que o peão em f6 foi a tua derrota - enfraqueceu teu centro e fez você ficar numa retranca desgramada.

    Parabéns pela brava resistência - o Mequinho é uma lenda viva do xadrez.

    ResponderExcluir
  5. No lance 11, eu joguei o peão em f6. Fiquei em dúvida durante toda a volta do Mestre; qdo ele voltou, joguei peão e no nervosismo anotei bispo. Só qdo fui estudar a partida q vi q tinha anotado errado. Tb acho q foi minha derrota.

    ResponderExcluir
  6. muito bom....
    espero jogar tbm contra o mequinho
    em caxias do sul dia 06/02/2010.
    não preciso ganhar desde
    q eu de um calorão nele...hehehhhe
    parabêns......
    tbm sou amador,porem gosto muito do jogo.

    ResponderExcluir

Site Meter