18 janeiro, 2014

O Net Fone, a cobrança indevida, a propaganda enganosa e os planetas usados para a Central de Atendimento

___Quando eu e minha esposa começamos a morar juntos, procuramos algum plano de telefone fixo. O serviço que nós acabamos por escolher foi o Net Fone, cujo preço mensal, segundo o pacote que nós fechamos, seria apenas referente às ligações feitas para celulares e telefones fixos que não fossem da Net. Mais de um ano e meio depois, sem nenhum aviso, esclarecimento, cláusula de contrato ou visita do Arcanjo Gabriel, a Net começou a cobrar, indevidamente, um tal “Complemento de franquia”. 
___Liguei mais de uma vez para reclamar, fiz cosplay do Totoro e do Fabio Porchat, terminei duas dúzias de partidas de paciência e, no fim das contas, recebi um doce “Foda-se!”. Douglas Adams, no livro O restaurante no fim do universo, escreveu sobre a “bem-sucedida Divisão de Reclamações da Companhia Cibernética de Sírius, que ocupa atualmente as massas continentais de três planetas de tamanho médio”. Tendo em vista o número de funcionários com quem eu tive de falar, acredito que o setor de reclamações da Net está com um tamanho parecido. 
___A resposta final é que, mesmo não estando no contrato, mesmo não tendo sido anunciado quando da venda do produto, mesmo violando o Código de Defesa do Consumidor, eu não vou ver o meu dinheiro de volta. E, se quiser continuar com a linha, que eu pague esse “Complemento de franquia”.

Net Fone - Propaganda enganosa

___Pelo menos eu posso publicar no meu blog e em sites como o Reclame aqui para tentar impedir que outras pessoas caiam no mesmo golpe. Já diria a empresa, “O mundo é dos Nets!”. 

#####

P.S.: Caso isso sirva para alguma coisa, entre os trocentos números de protocolos que me passaram, os dois “mais importantes” foram 003131610038184 e 003131610022717.
P.P.S.: Aproveitando o tema, mais dois links sobre esse tipo de serviço: um do Canal do Otário e outro da Parafernalha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter