26 fevereiro, 2014

Greve das Etecs e Fatecs – comentários de um professor

___Como já falei em outras ocasiões aqui no blog, eu trabalho na Escola Técnica Estadual de São Paulo, a famosa Etesp. Escrevi, mais de uma vez, sobre alguns dos problemas da escola –, sem contar os problemas da Educação brasileira como um todo. Desde o dia 17 de fevereiro, as Etecs e Fatecs estão em greve. 

"O que vale mais para Geraldo Alckmin?", por Carlos Latuff

___Exatamente por conta dos excelentes resultados da Etesp, faz alguns anos o governo estadual, como propaganda política, tem espalhado Etecs e Fatecs como gremlins molhados por todo o estado de São Paulo. Os resultados são pífios. O motivo é simples: não é o nome “Escola Técnica” que traz a qualidade. Simplesmente fundar Etecs e Fatecs com quase nenhum investimento além da construção de edifícios não resolve nada. 
___Os professores das Etecs* recebem menos direitos que os professores das demais escolas estaduais. Na maioria dos casos, mesmo concursados, são registrados como CLTs. Não recebem cesta básica, não têm plano de saúde, nem vale transporte. E o salário, ô!, como era de se esperar, é menor que o das escolas estaduais. Não é à toa que muitas das Etecs não consegue completar o quadro docente. 
___A greve deste ano, a primeira desde 2004, luta, entre outras coisas, para que os trabalhadores das Etecs e Fatecs tenham um plano de carreira. É pouco? Sim, muito pouco. Mesmo que vitoriosa, a greve não vai trazer uma grande melhora na vida de seus participantes. Tanto que não sou o mais fervoroso defensor da greve. Ainda assim, participo dela. 
___Mesmo não achando o movimento perfeito, boicotá-lo seria o mesmo que lutar contra trabalhadores que estão simplesmente tentando melhorar um pouquinho de vida. Respeito quem não quer participar, mas acredito que não fazer nada nunca traz nenhuma melhora. 

#####

P.S.: Greves são compostas de várias atividades: reuniões, passeatas, aulas públicas, panfletagens, etc.. Sendo assim, na sexta-feira, dia 28/II, darei uma aula pública no campus da Etesp/Fatec-sp. A aula acontecerá às 8h da manhã, na Praceta, em frente ao prédio Ary Torres. Tema: “Pelego: do século XIII ao XXI.”. 

__________
* Como sou funcionário de uma Etec, conheço melhor a situação das Escolas Técnicas e, por isso, acabo me atendo mais a elas no texto. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter