10 novembro, 2008

O swingueiro se despede de Miriam Makeba

_____Como qualquer um, tenho meus gostos pessoais. Sei bem de que música eu gosto, do tipo de literatura, das mulheres. Porém, além dos meus gostos clássicos, tenho, também, uma enorme curiosidade, o que me faz ficar sempre hipnotizado pelo novo e pelo atípico.
_____Quando alguém consegue chamar a atenção com algo fora do comum, sempre acho fascinante. No dia de hoje, acho mais ainda. Na última madrugada, Zenzile “Miriam” Makeba, a lendária Mama África, faleceu.
_____Só a história pessoal de Makeba (com lutas contra o Apartheid na África do Sul, contra o racismo nos Estados Unidos), já seria um motivo mais do que ideal para admirá-la. Eu, então, tenho mais motivos ainda. Como um dançarino que adora swing, torna-se impossível não babar por uma mulher que trabalhou de forma tão fantástica com misturas de jazz e sons típicos da África.
_____Limpando as lágrimas dos olhos, deixo um vídeo com “Pata Pata”, sua mais famosa música, em uma versão deliciosa de se dançar:





Um comentário:

  1. As redes bobos não divulgam, mas você sim. A alegria dela cantando, e a luta...
    Valeu!

    ResponderExcluir

Site Meter