30 abril, 2014

Homens de bem

Atenção: Texto com spoilers do livro Maigret e os homens de bem, de Georges Simenon. 

#####

___Depois de um jantar regado a conversas do tipo "Direitos humanos para humanos direitos.", "Índio Bandido bom é bandido morto." e outras ideias um tanto indigestas, cruzo com o livro de mistério Maigret e os homens de bem, de Georges Simenon. Esperançoso de que vou encontrar uma crítica social interessante a essa visão distorcida sobre quem é uma pessoa de bem, pego o livro avidamente.

Maigret e os homens de bem, de Simenon

___Poucas páginas depois, corpo baleado no meio da sala e pessoas de bem suspeitas, já sinto o jantar descendo melhor. Meio da obra, pessoas de bem tentando enganar a polícia, metendo-se com atividades suspeitas. Leio animado, pensando em presentear quem estava à mesa do jantar. 
___Final do livro: criminoso é uma pessoa que até então não havia sido citada na obra, o típico ser humano que não seria chamado por grupo algum de homem de bem. Crítica social praticamente inexistente; todas as minhas expectativas frustradas. 
___Os "homens de bem" venceram novamente. 

#####

P.S.: Textinho fofo da Camila Pavanelli falando de algumas pessoas que realmente parecem ser de bem.
P.P.S.: Caso alguém goste do Comissário Jules Maigret, saiba que ele já apareceu mais duas vezes aqui no Incautos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Site Meter